Por que a mudança para o Canadá?

Por que a mudança para o Canadá?

No final de 2021, após anunciarmos para parentes e amigos que pretendíamos nos mudar para o Canadá, a frase que mais ouvimos foi: vocês são corajosos! A coragem a que todos estavam se referindo não era apenas por mudarmos de país, mas por fazermos essa mudança para o Canadá com dois filhos pequenos, sendo um deles um bebê com menos de 1 ano, e três gatos.

O que muita gente não imagina é que essa mudança não foi planejada por anos, nem sonhada por nós. Ela simplesmente aconteceu e hoje estamos morando aqui no Canadá.

O sonho do intercâmbio

Enquanto muitas pessoas levam anos se programando para uma mudança como essa, a nossa decisão de mudar de país não foi sonhada nem planejada por muito tempo.

Sempre tive o sonho de fazer intercâmbio e poder passar um tempo vivendo em outra cultura, o que é muito diferente de viajar de férias e ser turista no local. Só que esse sonho havia ficado lá nos meus 20 e poucos anos. Com o passar do tempo, a estabilidade financeira da minha família me permitia viajar algumas vezes por ano e eu estava completamente satisfeita com essa vida.

Meu marido, por sua vez, teve a tão sonhada oportunidade de passar um ano fazendo High School nos Estados Unidos, experiência essa que mudou a vida dele para sempre e que ele sempre guardará na memória como um dos melhores anos de sua vida!

Em 2004, já formado e buscando melhorar de vida, ele veio ao Canadá para tentar algo, mas não encontrou o que ele precisava naquele momento e poucos meses depois voltou ao Brasil. Com a nossa vida de viagens pelo mundo, ele me disse que havia superado essa vontade de morar fora e que, assim como eu, estava feliz com a nossa vida no Brasil.

Então por que um casal com dois filhos pequenos, três gatos e uma vida confortável no Brasil resolveu, de uma hora para outra, se mudar para o Canadá?

A virada da chave

Vamos voltar para agosto de 2021. No dia 7 daquele mês a nossa filhinha, carinhosamente apelidada de Projetinha, veio ao mundo esbanjando saúde.

Tudo estava indo muito bem até que, no dia 18 de agosto de 2021, 11 dias após o parto, de uma hora para a outra, comecei a ter um sangramento muito forte. A intensidade do sangramento era tamanha que fomos correndo para o hospital e lá fiquei internada por mais 4 dias.

Durante as minhas primeiras horas no hospital, vivemos os piores momentos de nossas vidas. Uma hemorragia que, até então, ninguém sabia de onde se originou, baixou minha pressão até me levar ao desmaio, deixando todos que ali estavam me socorrendo, inclusive meu marido, com muito medo. Fui levada ao centro cirúrgico, recebi transfusão de sangue e sobrevivi! Não gosto nem de lembrar desses momentos, tampouco Fabrício. Depois de um tempo ele me contou que ficou com muito medo de ficar viúvo.

Pouquíssimo tempo após o retorno pra casa, avisei a ele que gostaria de voltar a estudar e, dessa vez, na área de computação. Na verdade, depois que criei esse blog, comecei a resolver alguns probleminhas tecnológicos e sempre me empolgava muito quando conseguia solucionar a questão.

Anos antes até pensei em estudar algum curso na área, mas me achava velha para fazer uma nova faculdade. Eu realmente não sabia de nada…

A verdade é que, depois de ver minha vida por um fio, percebi que essa questão de estudar um novo curso era agora ou nunca. E eu tinha o mais importante para colocar esse plano em prática: o apoio do meu marido.

Meu maior companheiro de viagens enfrentando comigo o inverno canadense pela segunda vez! 

Tudo o que eu sabia era que gostaria de fazer algum curso na área de computação. Mas qual curso? Havia dois cursos disponíveis na universidade da cidade onde morávamos e só faltava decidir qual seria o ideal para o que eu procurava.

Com um filho pequeno, que havia acabado de virar o irmão mais velho e estava totalmente perdido nessa nova vida com mais uma integrante na família, e uma bebezinha, que ainda estava nos conhecendo, a puérpera que quase morreu começou a pesquisar sobre os cursos na área de TI.

Se tudo aquilo não tivesse acontecido comigo, certamente eu teria passado o primeiro ano do nascimento da filha mergulhada na maternidade sem nem olhar para o lado, mas agora o cenário era outro e eu queria a mudança!

A ideia do Canadá

Naquela minha dúvida de nem saber por onde começar, lá vou eu tirar dúvidas com meu cunhado, que é da área e, por acaso, mora no Canadá. Não havia nenhuma intenção no Canadá naquele momento, apenas em saber qual curso poderia ser uma boa para o meu perfil. E foi no meio da conversa que veio aquela pergunta: “Por que você não vem estudar aqui no Canadá?”.

Claro que a negação já veio na minha cabeça. Como uma pessoa que resolveu migrar da área jurídica para TI, que não sabe nem qual curso vai se matricular, tem condições de ir fazer uma faculdade no Canadá??? Não, né?

Até aquele momento eu NUNCA havia pesquisado absolutamente nada sobre morar no Canadá. Se um dia eu cogitasse morar fora do Brasil, na minha cabeça a certeza é de que o país seria Portugal, já que meu pai mora lá, nada além disso.

E de uma conversa e outra com meu cunhado e minha cunhada, fui recebendo informações do que seria necessário para se fazer uma faculdade no Canadá.

Dois pré-requisitos eram essenciais: tinha que saber inglês em um nível mais avançado a ponto de passar em uma prova de proficiência e ter dinheiro para fazer essa mudança.

No alto da CN Tower, em Toronto

Primeiro passo: a prova do IELTS (International English Language Testing System)

Para se fazer um curso superior no Canadá é necessário fazer uma prova de proficiência em língua inglesa, que poderia ser o TOEFL (Test of English as a Foreign Language) ou o IELTS.

Procuramos em quais cidades do Brasil se aplica essa prova e as mais próximas da gente eram Curitiba ou Porto Alegre. Decidimos que iríamos a Porto Alegre, efetuei o pagamento da prova, que é bem cara e, dois meses após essa ideia de estudar no Canadá lá fui eu, sem nem ao menos fazer um simulado, realizar a tal da prova do IELTS Academic. Sim, fui na cara e na coragem, sem nenhuma preparação (apenas do meu passado como professora de inglês que eu havia me “aposentado” 6 anos antes), fazer a prova. Eu só tinha uma coisa a perder: os R$1.089,00 que gastei para fazer a prova.

Aquele momento da minha vida não era o ideal para se preparar para esse tipo de teste e por isso eu nem me preparei, não achei a prova fácil. Jurava que não passaria na prova, não por não ter capacidade, mas pelo momento que eu estava vivendo e pela falta de preparo.

Pelo conhecimento que adquiri ao longo de tantos anos estudando e praticando inglês, fui aprovada! Que vitória!!!

Segundo passo: aplicar para as faculdades de meu interesse

Com a carta de aprovação no IELTS, o próximo passo era fazer a aplicação para as faculdades onde eu pretendia estudar. O detalhe é que, antes de mandar a aplicação para as faculdades, eu tive que fazer tradução juramentada de um monte de documentos, tais como certidão de casamento, histórico escolar, diploma e histórico da faculdade.

Nesse momento eu tive todo o suporte da North American School, a escola onde realizei a prova do IELTS. O pessoal me deu toda a ajuda para fazer as aplicações nas duas faculdades que eu havia escolhido.

Terceiro passo: aceitação da faculdade

Até receber a carta de aceitação das faculdades, eu pensei em todas as possibilidades pelas quais eu não seria aceita, como minhas notas ruins de matemática de quando terminei a escola em 2001, ou o meu histórico escolar que deveria ser pior do que todos os alunos que estavam concorrendo as vagas comigo, enfim, só coisa ruim.

Sem dificuldades, fui aceita nas duas faculdades nas quais apliquei! Mais uma vitória!!!

Quarto passo: a papelada para o visto

Tudo estava conspirando ao nosso favor e agora era só andar pra frente. Nada de pensar que a mudança para o Canadá era uma loucura; o momento era de focar no futuro.

Traduzimos todos os documentos necessários para o visto, fizemos exames médicos e deixamos “os nossos rins” no meio do caminho, rs. Agora entendo o porquê das pessoas passarem anos se planejando para uma mudança para o Canadá. Todo o processo custa muita grana e ainda bem que tínhamos a quantia necessária para essa mudança.

Foram 8 semanas da entrada do visto até a aprovação e, durante todo aquele tempo, eu pensei em todas as hipóteses para os nossos vistos serem negados. Já tivemos visto de turismo aprovado para o Canadá antes, já havíamos visitado o país, Fabrício esteve aqui duas vezes, mas agora era um visto de residência temporária, para estudo.

No final, os vistos foram aprovados e essa mais uma vitória pra gente!

O detalhe foi que nesse momento eu percebi que a coisa era real e agora não tinha mais como voltar atrás.

Quinto passo: a mudança para o Canadá

Não sei quantas vezes fomos tachados de corajosos; talvez algumas pessoas até quisessem dizer que éramos loucos. A verdade é que, sim, fomos corajosos mesmo.

A mudança em si foi muito trabalhosa, pois tivemos que vender as nossas coisas no Brasil, arrumar tudo que traria com a gente e ainda viemos de vez com os três gatos e os dois filhos.

Não foi fácil se despedir da vida tranquila que tínhamos no Brasil para a correria de uma vida no Canadá. Aquele meu papel de mãe em período integral passou a se revezar com a de estudante que precisa encontrar forças para estudar de madrugada e em qualquer minuto em que as crianças estejam dormindo porque tem que dar conta.

As crianças aproveitado o verão outono e inverno nos Canadá

O meu marido, além de manter o trabalho dele no Brasil, ainda precisa cuidar das crianças enquanto eu estou na faculdade e com isso ele também precisa fazer um esforço sobrenatural para manter seu trabalho em dia, cuidar das crianças, dos nossos 3 gatos e ainda fazer os desenhos dele, que é aquele momento dele de relaxar e fazer o que ele mais gosta.

A coragem

Sabíamos que essa mudança para o Canadá seria difícil, mas mesmo assim tivemos coragem de dar esse passo à frente porque tínhamos certeza de uma coisa: se não tivéssemos vindo, com certeza um dia nos arrependeríamos de não termos tentado.

Se de um lado deixamos aquela vida que amávamos no Brasil, do outro, tivemos uma oportunidade única não só de eu fazer uma faculdade na área de TI no Canadá, como a do nosso filho mais velho de poder estudar em uma escola pública canadense. Em pouco mais de 2 meses ele já estava totalmente adaptado na escola e se comunicando muito bem em inglês!

Nosso filho mais velho brincando na escolinha

Fabrício também está tendo a oportunidade de conviver com pessoas da área artística e está desenhando cada vez melhor, inclusive já recebeu algumas encomendas. Os desenhos realistas que ele faz se superam a cada dia e o feedback que ele recebe é o melhor possível. Temos um grande artista na família!

Fabrício começou a fazer desenhos realistas na pandemia e agora já recebe várias encomendas!

A nossa filhinha mais nova fica em casa com o pai enquanto eu estou na faculdade e gruda em mim quando estou em casa. Ela é a única que não faz ideia de onde veio e o que é Canadá, mas já sabe dizer bye-bye para as pessoas na rua.

Os nosso três gatos estão adaptados à casa nova e acredito que eles nem lembrem mais do Brasil. Passam a vida dormindo ou olhando os esquilos através da janela da sala.

Eu estou adorando o curso de programação que estou cursando, já estou adaptada, terminei o primeiro semestre da faculdade super bem e não imagino como seja conversar sobre os temas das minhas disciplinas em português.

Sheridan College Oakville

Olha minha faculdade aí!

Ainda teremos um tempinho no Canadá até minha formatura e quem sabe mais um período de trabalho por aqui. Mesmo com toda a dificuldade, não tenho palavras para expressar o quanto essa experiência está sendo enriquecedora para a nossa família, principalmente para o nosso filho mais velho, que está convivendo com pessoas do mundo todo e aprendendo um novo idioma ainda no jardim da infância.

E isso tudo que estamos vivendo está dando certo graças à nossa união enquanto família.

Mas, sim, fomos corajosos!

Leia também:

Como foi fazer intercâmbio nos EUA na década de 90

Roteiro de 14 dias viajando pelo Canadá

Como tirar a autorização eletrônica de viagem (eTA ) para o Canadá

Como é o jardim de infância no Canadá

Cuidado com detector de fumaça no Canadá

Cuidado com numeração de calça jeans no Canadá

Viajar com gatos para o Canadá

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor SEGURO para as suas necessidades  - utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: p101p ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em mais de 165 países! Você recebe o seu chip do omeuchip em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em diversos países – evite filas!

✈️ Compre aqui as suas passagens aéreas e consiga as melhores tarifas e condições de pagamento!

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

Ama animais, viagens e gastronomia, sempre tentando conciliar suas três paixões. Andou por mais de 60 países e está sempre programando a próxima viagem. O destino? Depende das promoções de passagens aéreas!

16 Comentários

  1. Meus queridos sobrinhos, verdadeiramente, reconheçemos que vocês tiveram extrema coragem para mudar de um país para outro, deixando Joaçaba que voces tanto adoravam.
    Tudo deu certo . Torcemos para que o sucesso dessa empreitada seja duradouro e contiínuo.
    Abraços e beijos.

    • Que alegria ver uma mensagem desses tios tão queridos por aqui!
      Optamos pela coragem em fazer essa mudança no lugar do arrependimento por ter perdido uma oportunidade. Sabe aquele ditado que diz que é melhor se arrepender de algo que fez do que algo que não fez? Arriscamos, viemos e essa mudança está sendo um grande aprendizado para nós 4. Com certeza teremos momentos felizes e outros nem tanto, como em qualquer lugar do mundo.
      Joaçaba tem um lugar especial nos nossos corações!
      Beijos e saudades!

  2. Fico muito feliz por vocês, fiz inglês com Fabrício um período e tenho carinho por ele, que Deus os abençoe sia família. Sucesso para vocês!!!

  3. Que maravilha Gabi e Fabrício + *pacotinhos*!
    São experiências super enriquecedoras para a vida!
    Muito feliz por vcs e mais feliz ainda por vc estar bem, após tamanho SUSTO!

    Todo o sucesso do mundo para todos vós!
    Um grande abraço!
    Feliz 2023

    • Muito obrigada pela mensagem!!
      Aquele susto ficou no passado e agora estamos aproveitando tudo que a vida tem de bom a nos oferecer.
      Que 2023 seja um ano de muita alegria e sucesso para todos nós!
      Um forte abraço!

  4. Que inspiradora é a vida de vocês. Muito obrigada por compartilhar conosco. Há muitos anos trago comigo o desejo de morar em outro país … Ainda não consegui realizar … Estou muito feliz por vocês estarem bem …por se apoiarem … Tenho muito carinho e admiração por Fabrício. Gostei muito de te conhecer melhor, Gabriela… Me identifiquei bastante com você.

    Desejo, de todo coração, tudo de melhor pra vocês.

    • Muito obrigada pelas palavras, Tatiana! Essa mudança de vida é muito desafiadora e estamos aprendendo muita coisa nesse processo. Se precisar de alguma informação que eu possa ajudar sobre mudança de país, pode mandar uma mensagem.
      Um forte abraço!

  5. Fico feliz em saber que vocês estão realizando tudo com muito sucesso.Cimo foi bom essa viagem para Thomaz já falando inglês Fabrício cada dia melhor nos desenhos.Projetinha sempre com um sorriso.
    Deus abençoe vocês nessa nova vida sucesso .
    Família abençoada bjs saudades