Kindergarten: como é o jardim de infância no Canadá

Kindergarten: como é o jardim de infância no Canadá

Tire todas as suas dúvidas sobre Kindergarten no Canadá aqui: registro da criança na escola, adaptação escolar, roupas, refeições, atividades e muito mais!

Quando decidimos nos mudar do Brasil para o Canadá, além de toda a organização natural que uma mudança de país envolve, ainda tivemos que planejar todas as questões que envolviam a escola do nosso filho mais velho, na época com 4 anos, que estava no jardim da infância no Brasil.

Foi no início daquele ano que ele havia ido para a escola pela primeira vez, ainda no Brasil, onde estudou por apenas 5 meses e nem teve tempo direito de se adaptar à rotina de uma criança que vai para a escola. À medida que a mudança se aproximava, muitas dúvidas surgiam sobre como seria a escola no Canadá, já que, além da mudança de cultura, teríamos a barreira linguística a ser quebrada.

Aqui nessa postagem eu irei relatar como foi a experiência do nosso filho pequeno no Junior Kindergarten, que é o jardim de infância aqui no Canadá, tentando, ao máximo, detalhar todo o processo, desde o registro na escola até o dia a dia dele lá e o aprendizado de um novo idioma.

Idade escolar em Ontário

Aqui, na província de Ontário, a escola pública está disponível para todas as crianças a partir dos 4 anos e é obrigatória para aquelas com 6 anos ou mais.

Welcome to kindergarten

O dia de boas vindas aos pais das crianças do Kindergarten

Quem tem filhos menores de 4 anos e deseja mandar para a creche/escola, terá que pagar por uma Child Care e os valores não são baixos. Eu pesquisei algumas para a minha filha mais nova e as mensalidades em Oakville estavam por volta de $1,400 a $1,800 para os pais que precisam deixar seus filhos na creche em tempo integral.

Ano letivo no Canadá

Diferentemente do Brasil, que o calendário escolar acompanha o calendário do ano, começando as aulas no início do ano e terminando em dezembro, no Canadá o ano letivo começa na primeira semana de setembro e acaba no último dia de junho do ano seguinte.

Isso porque o verão aqui começa em junho e termina em setembro e é justamente nessa época que as crianças tiram férias, pois podem aproveitar bastante a estação.

Dessa forma, férias duram dois meses inteirinhos, incluindo os meses de julho e agosto. As aulas só começam na primeira terça-feira de setembro, pois a primeira segunda-feira de setembro é feriado do dia do trabalho aqui no Canadá.

Feriados e Férias

O curioso é que todos os feriados aqui são dias de segunda ou sexta e algumas vezes há a combinação de um feriado na sexta e outro na segunda seguinte, formando aquele feriadão que geralmente gostamos muito!

Durante o ano letivo, há duas mini férias: uma de aproximadamente 15 dias entre o Natal e o Revéillon, chamada de Winter Break, e outra de uma semana no meio de março, conhecida como Spring Break.

Além dos breaks e feriados, ainda existe o chamado PA Day (Professional Activity Days), quanso não há aulas. Esses dias estão voltados para a capacitação dos professores e, durante o ano letivo, há aproximadamente 7 dias selecionados para essas atividades, que normalmente ocorrem em segundas ou sextas.

Eu fiz um cálculo rápido e percebi que, se formos somar os breaks, os feriados e PA Day, as crianças aqui têm mais ou menos uns 35 dias de folga durante o ano letivo, isso sem contar com os dois meses de férias!

Kindergarten: o jardim de infância no Canadá

Registro na escola

Embora existam escolas particulares, as escolas públicas canadenses são excelentes e não há muita diferença na qualidade de ensino entre ambas, como existe no Brasil.

O primeiro passo a ser dado após a mudança é o registro da criança na localidade onde a família vai residir, pois a criança obrigatoriamente vai estudar na escola mais perto de sua casa. Como viemos morar em Oakville, cidade localizada na Grande Toronto, fizemos o cadastro do nosso filho no Halton District School Board, órgão responsável pelas escolas da nossa região. Antes mesmo do registro, já tínhamos uma ideia em qual escola ele estudaria, pois no site é possível buscar a escola pelo endereço, que apontava para 5 escolas na região, mas apenas em uma havia Kindergarten (jardim de infância). Das outras 4 escolas da lista, duas eram em inglês e outras duas imersão francesa (French Immersion), todas para crianças maiores, a partir dos Grades 2 ou 6, a depender da escola, e que, no caso, não se encaixava na idade do nosso filho.

Criança no kindergarten no Canadá

Ele ficou muito feliz em termos visitado a sala de aula dele!

Atenção: para que a criança tenha direito à escola pública no Canadá é necessário que ela seja canadense ou residente (permanente ou temporária). Criança que entra no Canadá com visto de turismo não tem direito de estudar em um escola pública durante os 6 primeiros meses de estadia no país. Após 6 meses, mesmo que esteja ilegal, é autorizada que seja matriculada em uma escola pública.

Todo o registro para a escola foi feito online e recebemos um e-mail agendando uma entrevista, também online. Nessa entrevista uma pessoa nos explicou como era a escola, os horários das aulas, as roupas recomendadas, o que era esperado de uma criança na idade dele e sobre as refeições na escola.

Lembro que, para o registro, nós precisamos enviar cópias dos nossos documentos, tais como passaportes e nossas permissões de residência temporária (Proof of Landing), assim como dois comprovantes de residência, que deveriam ser uma conta de água, luz, telefone residencial, contrato de aluguel, fatura de banco ou registro do carro.

Como tínhamos chegado havia pouco tempo, só possuíamos fatura de cartão de crédito, extrato bancário e conta de celular. Lembro que, quando eles nos pediram, enviei a primeira fatura do meu cartão de crédito e minha conta de celular. Não era o tipo de documento que eles queriam, mas acabaram aceitando.

Vacinas

Aqui é obrigatório que as crianças estejam vacinadas para poderem frequentar a escola. No dia em que tivemos a reunião online, informamos que tínhamos o comprovante de todas as vacinas do nosso filho e pediram para que traduzíssemos os cartões de vacinação.

Fiz uma cotação com o tradutor que a escola havia recomendado e me cobraram mais de $200 pelo trabalho. Achei muito caro e acabei não contratando o serviço. No final, não tivemos nenhum problema por não termos feito a tradução.

Horário das aulas

As aulas na escola do meu filho começam às 8h15min e terminam às 14h15min. É uma carga horária bem maior que a do Brasil, se considerarmos que, no Brasil, podemos optar pelo turno em qual desejamos que a criança estude.

Nas escolas públicas daqui não existe a opção de aulas no turno matutino ou vespertino – só existe essa opção de horário para o Kindergarten.

Sala de aula do kindergarten no Canadá

A sala de aula do nosso filho na escola pública no Canadá

Roupas para ir à escola

Na maioria das escolas públicas aqui do Canadá não existe uniforme escolar, no entanto as crianças devem ir vestidas com roupas apropriadas para cada estação. Isso porque muitas atividades escolares são feitas ao ar livre e, principalmente no inverno, é essencial que a criança esteja agasalhada o suficiente para aguentar brincar do lado de fora quando as temperaturas estão abaixo de zero.

Roupas de frio e para chuva no Kindergarten

Recomendação de roupas e acessórios para dias de chuva, neve ou sol

Há, também, recomendações quanto ao tipo de roupa e calçado, sugerindo que as crianças usem tênis com velcro, ao invés de cadarço e calças com cordão na cintura, ao invés de zíper.

Crianças brincando no Kindergarten

Ele brincando na neve com os amigos e vestido para um dia de chuva

O que precisa levar para a escola

Para o primeiro dia de aula, pediram que a gente enviasse um saco ziplock com uma muda de roupa, cueca e meia (tudo com nome dele) para ficar na escola e ser usado em caso de alguma necessidade maior, além de um par de calçados que ele usa somente dentro da sala de aula (o calçado não pode ser crocks). Essas roupas extras e calçados ficam na escola durante todo o ano e só devolvem quando as aulas terminam.

O que as crianças precisam levar para a escola

No dia a dia, é necessário levar uma mochila grande o suficiente para caber livros que eles pegam na biblioteca para lerem com os pais em casa e para caber também os acessórios de inverno.

Além da mochila, é necessário levar uma garrafinha de água e uma lancheira com a comida. Não precisa levar nada a mais que isso nem comprar nenhum outro tipo de material escolar.

Refeição na escola

Na escola do meu filho há dois períodos para as refeições (nutrition break): um entre 9h55min e 10h35min e outro entre 12h15min e 12h55min. Não há cantina para compra de lanches, nem geladeira ou microondas para aquecer a comida. Ou seja, precisa levar algo que não necessite ficar refrigerado e nem precise ser aquecido.

É proibido levar qualquer alimento com qualquer tipo de nut (castanha, amendoim, nozes, amêndoas, avelã, etc.). Isso porque aqui no Canadá é muito comum a alergia a esse tipo de alimento. Qualquer coisa industrializada que as crianças levem deve ter o selo indicando que aquele alimento é peanut free.

Há dias específicos que a escola oferece refeições, que são pagas, e os pais optam se querem ou não que o filho participe do programa nutricional. Na escola dele, por exemplo, nas quintas, tem Salad Bar e nas sextas é o Pizza Day. Só para se ter uma ideia de valores, eu pago $22.75 para que ele coma uma fatia de pizza e receba uma caixinha de leite ou achocolatado por 7 sextas-feiras.

Como é a questão do idioma para os estrangeiros

O Canadá é um país de imigrantes e o que mais vemos aqui são pessoas falando tudo quanto é idioma. Na sala do meu filho, há filhos de peruanos, russos, indianos, ucranianos, afegãos e pessoas de tantas outras nacionalidades. Meu filho tem amigos que nasceram aqui no Canadá e que não falavam nada em inglês até entrar na escola. Ou seja, embora ele tivesse recém chegado ao país sem saber falar inglês, muitos dos coleguinhas dele que já estavam aqui desde o nascimento estavam na mesma situação que ele em relação ao idioma.

Nosso filho fazendo as atividades em classe e toda turminha dele do Kindergarten

Ele é o único brasileiro da sala e também o único que fala português e essa informação sobre a língua falada em casa é passada quando fazemos o registro da criança. As professoras já estão muito acostumadas com a mistura de culturas e idiomas e nos deixaram bem tranquilos quanto ao fato de ele só falar português. Para ser sincera, isso nunca foi uma grande preocupação nossa, pois sabemos que as crianças aprendem muito rápido.

Com 3 meses de aula ele já estava se comunicando bem com os amigos!

Adaptação escolar

Outra diferença do Brasil é que aqui, pelo menos na escola pública, não existe a semana de adaptação, onde a criança fica menos tempo na escola no primeiro dia e depois vai ficando por mais horas com o passar dos dias.

Aqui eles cumprem o horário normal das aulas e nas primeiras semanas muitas crianças choram quando são deixadas na escola ou quando os pais vão buscar. Nas primeiras semanas o nosso filho também chorou em alguns momentos e isso é completamente natural. Eu até conversei com a professora e ela disse que se fosse necessário a escola ligaria para os pais, o que não ocorreu no nosso caso. Essa parte da adaptação escolar aqui foi muito mais fácil que no Brasil.

Transporte escolar

As escolas oferecem ônibus escolar gratuitamente para as crianças do Kindergarten que morem a mais de 1.6km da escola. É aquele ônibus amarelo que vemos em filmes americanos.

Como moramos a uma distância menor que a coberta pelo transporte escolar, levamos o nosso filho a pé para a escola.

ônibus escolar no Canadá

Ônibus escolar pegando crianças em uma rua próxima à nossa residência

Frequência escolar

A frequência escolar é muito importante para a consolidação do aprendizado da criança. Embora as crianças menores de 6 anos não sejam obrigadas a frequentar a escola aqui em Ontário, aquelas que estão matriculadas no Kindergarten precisam ter suas ausências justificadas.

Os pais dos alunos têm acesso a um aplicativo do distrito responsável por gerenciar as escolas da região, que no nosso caso é Halton District School Board, onde recebemos as notificações sobre as atividades, feriados e qualquer mensagem da escola que seja endereçada aos pais. Nesse app também temos acesso à frequência escolar do nosso filho e caso ele precise faltar eu preciso justificar a ausência através do aplicativo. Caso eu não faça a justificativa, a escola telefona para os pais para saber o motivo da criança não ter ido à aula.

Como é ser aluno do Kindergarten no Canadá

O Kindergarten é, para várias crianças, o primeiro contato fora do ambiente familiar, é quando elas começam a se socializar e a cumprir regras estabelecidas pela sociedade. Muitas das crianças que começam no Kindergarten nunca foram para creche e estão descobrindo o mundo além do ambiente familiar.

No entanto, a escola espera que as crianças que frequentam o Kindergarten já venham de casa com algum tipo de independência como:

  • Não estar mais usando fralda
  • Saber ir ao banheiro sozinha
  • Saber tirar e colocar os calçados
  • Saber comer sozinha

Aqui no Canadá as escolas incentivam muito a autonomia da criança e os professores só intervêm em caso de extrema necessidade. Os professores, por exemplo, não acompanham as crianças ao banheiro e nem auxiliam na limpeza, por isso é muito importante que os pais incentivem ao máximo essa independência dentro de casa para que a criança vá à escola sabendo se virar bem quando precisa ir ao banheiro, tirar a roupa ou sapato ou até mesmo na hora de comer.

Outra questão que diferencia muito do Brasil é a cultura do não tocar muito nos colegas. As crianças brincam bastante, mas aqui não vemos muito as crianças se abraçarem. Tanto que isso foi o maior problema enfrentado por a gente porque o nosso filho é muito carinhoso e sempre teve o hábito de abraçar os amigos. Logo no início, a professora dele já conversou com a gente que ele precisava respeitar o espaço do outro e isso estava diretamente ligado ao fato de não tocar muito nos coleguinhas. São questões culturais que incomodam meu filho mesmo depois de 7 meses estudando no Canadá, mas que ele aprendeu a conviver.

A escola dele tem uma excelente infraestrutura, a sala de aula é ampla e as crianças fazem muitas atividades práticas do dia a dia. Não há aula nos moldes tradicionais de professor escrevendo no quadro e os alunos sentados assistindo às aulas. Pelo contrário, eles aprendem brincando e fazendo observações.

Kindergarten no Canadá

Em cima o desfile de Halloween (meu filho está fantasiado de Super Mario) e, embaixo, o coral do Natal (ele está de camisa branca bem na frente)

A turma toda sai na chuva (daí a importância de levar roupas apropriadas para o dia), cata matinho das calçadas, observam minhocas e insetos em seus ambientes naturais e brincam muito na terra! Ele sempre tem uma novidade para contar 😉

Além das atividades em sala de aula, ele tem aula de yoga e música e toda terça-feira é o Library Day, onde a turma vai até a biblioteca da escola e eles escolhem um livro para levar para a casa e ler com os pais. É muito legal!

Mais atividades que as crianças fazem na sala

A escola ainda realiza algumas atividades fora do ambiente escolar, como um passeio que ele teve para o Jardim Botânico e outro para o Science Centre. Detalhe que a escola oferece o transporte e a entrada para as atrações gratuitamente.

Embora tenha toda essa diferença cultural, nós só temos coisas boas para falar da escolinha dele no Canadá e achamos que ele amadureceu bastante nesse tempo que ele tem frequentado a escola aqui.

Leia também:

Por que a mudança para o Canadá?

Cuidado com detector de fumaça no Canadá

Cuidado com numeração de calça jeans no Canadá

Como tirar a autorização eletrônica de viagem (eTA ) para o Canadá

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor SEGURO para as suas necessidades  - utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: p101p ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em mais de 165 países! Você recebe o seu chip do omeuchip em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em diversos países – evite filas!

✈️ Compre aqui as suas passagens aéreas e consiga as melhores tarifas e condições de pagamento!

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

Ama animais, viagens e gastronomia, sempre tentando conciliar suas três paixões. Andou por mais de 60 países e está sempre programando a próxima viagem. O destino? Depende das promoções de passagens aéreas!

Deixe um comentário