Onde comer em Amã – o melhor homus da vida!

Onde comer em Amã – o melhor homus da vida!

Após uma semana rodando a Jordânia de carro, finalmente chegamos a Amã, a capital do país.

Já havíamos tomado banho no Mar Morto e no Mar Vermelho, conhecido Petra, uma das 7 maravilhas do mundo moderno, e visitado muitos lugares históricos, como o local onde ocorreu o batismo de Jesus Cristo.

Depois de tanta aula de história, a viagem chegava ao final em Amã, a capital da Jordânia, uma cidade com sítios históricos, mas que acabou nos deixando com a melhor lembrança gastronômica de toda a viagem!

Chegamos a Amã na tarde de uma quarta-feira, sem nenhuma programação do que fazer ou onde comer. Deixamos as malas no nosso hotel, que estava localizado no centro da cidade, e fomos caminhar pelas redondezas para procurar alguma coisa para comer. Estávamos sem almoçar e já era quase hora do jantar quando caminhávamos sem rumo pela Prince Muhammad Street.

Havia uma boa variedade de restaurantes e cafés, nenhum conhecido por nós, e estávamos sem referências de onde encontraríamos uma refeição que alimentasse não só a gente, mas também o nosso filho de 1 ano.

A pouco mais de 100 metros de nosso hotel vimos um beco cheio de mesas e cadeiras, todas cheias de gente comendo. Pensamos: “A comida aí deve ser boa!”

E foi assim que decidimos entrar naquele local à procura de um garçom que pudesse nos mostrar o cardápio.

Não demorou muito para conseguirem uma mesa pra gente e eu, como sempre faço, pedi o menu.

O funcionário do restaurante falou muito rápido em um inglês super carregado: “Hummus, falafel, Arabic bread, salad and tea or soda for 4 dinar” (e no meio desse cardápio falado havia ainda um outro que eu não consegui compreender e depois descobri que se tratava de Fol).  Mais uma vez, pedi para ver o cardápio e ele me falou que não havia cardápio e que o menu era aquele que ele havia dito.

Se você não está habituado(a) com comida do Oriente Médio, vou tentar fazer uma explicação bem simples do que seria cada uma dessas iguarias:

Falafel: bolinho feito de grão-de-bico ou fava, alho, coentro, salsa, cebolinha, azeite e cominho e pode ser frito ou assado

Homus: pasta feita de grão-de-bico cozido, tahine, limão, alho, sal e azeite

Fol (fuul): pasta de fava

Sem acreditar, confirmamos o valor novamente e, sem a mínima pretensão de comer algo incrível, aguardamos a comida chegar.

Para falar a verdade, estávamos com muita fome, e ver aquele local cheio nos deu um pouco de esperança de que a comida deveria prestar. E com o baixíssimo valor do prato para duas pessoas, somente 4 dinar (aproximadamente 5 euros), estávamos no lucro.

Se a comida fosse ruim, não estávamos perdendo muito dinheiro e poderíamos depois procurar outro lugar para comer.

Não esperamos 5 minutos e lá vem o funcionário do restaurante jogando uma toalha de plástico sobre a mesa e outro senhor com vários pratos nas mãos colocando um a um na mesa enquanto nomeava cada.

Eram 5 pratos diferentes e duas bebidas (escolhemos a velha coca-cola), suficientes para alimentar nós 3.

Hashem Restaurant

Pão árabe, pasta de fava, salada, falafel e homus

Na segunda vez que fomos lá, colocaram um prato com uma conserva de pepino

Nada de prato ou talher, basta pegar o pão, colocar o que quiser nele e se D-E-L-I-C-I-A-R! Na primeira mordida do pão árabe molhado com o homus eu entendi o porquê daquele lugar estar tão cheio.

O falafel era ótimo, o outro prato, que é uma pasta de fava (uma espécie de molho de feijão chamado de Fol), também era muito saboroso, mas o HOMUS era para comer como se não houvesse amanhã. Nunca, em toda minha vida, comi um homus tão bem feito.

Sou uma admiradora dessa pasta de grão de bico (já preparei diversas vezes em minha casa) e sempre fiz questão de comer esse prato em todos os países do Oriente Médio que visitei, mas o desse restaurante era algo do outro mundo.

Após a refeição, o garçom forma uma trouxa com cada ponta da toalha de plástico e dentro dela vão todos os pratos onde foram servidas as comidas. Muito prático!

Gostamos tanto que voltamos a esse restaurante mais outras duas vezes. E justamente na terceira e última vez ali, o restaurante estava tão cheio que nos colocaram em uma mesa junto com um simpático casal inglês.

Esses bolinhos são o falafel, essa pasta escura é o Fol e a pasta mais clara é o homus

Não demorou muito para começarmos a conversar sobre o sabor daquela comida e foi aí que eles disseram que estavam ali porque o local estava no guia Lonely Planet e o restaurante era famosíssimo e muito frequentado pelos locais. Como não tínhamos feito nenhuma pesquisa gastronômica prévia, foi uma grande sorte termos decidido dar uma chance àquele lugarzinho cheio e apertado.

O restaurante é muito simples e limpeza não parece ser o forte do lugar, mas, para ser muito sincera, não dá para ficarmos muito neuróticos com higiene quando estamos viajando por países asiáticos, pois a cultura por lá é muito diferente da nossa e todo esse cuidado que temos com o asseio não é de costume em outros países. Por isso que sempre tenho lenços umedecidos e álcool gel na minha bolsa em todas as viagens (fica a dica!).

Depois de termos comido por 3 vezes no mesmo restaurante foi que descobrimos que ele existe desde 1956 e já recebeu visitas de pessoas famosas como os reis da Jordânia, Yasser Arafat, o rei da Indonésia e muitos artistas famosos do mundo árabe. O mais interessante é que o local está aberto 24 horas!

Onde comer em Amã: Hashem Restaurant Downtown.

Site oficial: https://www.hashemrestaurants.com/index.html

Se for a Amã, permita-se experimentar a comida típica da Jordânia no Hashem Restaurant Downtown. É uma experiência inesquecível!

Leia também:

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades – utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: PROJETO1015 ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em mais de 165 países! Você recebe o seu chip do Easysim4u em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em diversos países – evite filas!

✈️ Compre aqui as suas passagens aéreas e consiga as melhores tarifas e condições de pagamento!

Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

Ama animais, viagens e gastronomia, sempre tentando conciliar suas três paixões. Andou por mais de 60 países e está sempre programando a próxima viagem. O destino? Depende das promoções de passagens aéreas!

Deixe um comentário