Vale a pena visitar San Marino no inverno?

Vale a pena visitar San Marino no inverno?

Será que vale a pena visitar San Marino no inverno? Quantos dias são suficientes para conhecer o país europeu? Quais as atrações mais visitadas por lá?

Considerada a república mais antiga do mundo, fundada no ano 301, San Marino é um micropaís, com apenas 61km² e cerca de 30 mil habitantes.

Embora boa parte da renda do país seja proveniente do turismo, San Marino não está entre os destinos europeus mais visitados pelos brasileiros e, de certa forma, muita gente nem sabe que San Marino é um país.

Lembro que quando criança só havia ouvido falar do país por causa das corridas de fórmula 1, o famoso GP de San Marino, acreditando que se tratava apenas de uma cidade italiana.

Tempos depois, aprendi que San Marino era um país independente e que o GP de San Marino não é em San Marino, mas em Ímola, cidade italiana, onde o nosso grande ídolo Ayrton Senna se acidentou e acabou falecendo.

A paisagem que encontramos durante a nossa visita a San Marino no inverno

Dicas úteis sobre San Marino

Localização: por conta do seu território inteiramente dentro dos limites da Itália, San Marino é o que chamamos de enclave. Ou seja, o país é totalmente circundado pelo território italiano.

Idioma: italiano

Moeda: euro

Imigração: San Marino faz parte do Espaço Schengen e por isso há a livre circulação entre a Itália e o país.

Custos: o custo de visitar San Marino, com alimentação e hospedagem, é o mesmo de visitar as cidades italianas. Já as atrações turísticas têm valores mais em conta do que as da Itália.

Como chegar a San Marino

Quando pesquisamos, vimos que as duas únicas formas de chegar a San Marino são de carro ou ônibus.

Para chegar a San Marino de ônibus, primeiro é necessário ir de trem até Rimini e de lá pegar um ônibus para San Marino.

A passagem é muito barata, apenas €5 o trecho, e há ônibus com frequência fazendo esse trajeto Rimini – San Marino – Rimini.

Inicialmente, pretendíamos chegar a San Marino de ônibus. No entanto, na hora em que estávamos comprando as passagens, vimos que para transportar o nosso filho pequeno (de 1 ano e 9 meses) teríamos que levar uma cadeirinha de carro.

Não estava nos nossos planos levar a cadeirinha dele para a Europa para usar apenas em um trecho. Então, resolvemos alugar um carro com cadeirinha e assim chegamos a San Marino.

No final, para nós que éramos 5 pessoas, sendo 1 criança e 2 idosos, o carro alugado acabou sendo a melhor opção. Pegamos o carro em Florença, fomos até San Marino e depois devolvemos o carro em Roma.

O que ver em San Marino

O interessante para quem vai fazer turismo em San Marino é percorrer o seu centro histórico todo a pé, já que a área é exclusiva para pedestres.

Por lá não passam carros, com exceção de carros do governo ou para abastecerem lojas e restaurantes.

Dentre as atrações desse micropaís, destacam-se:

  • Prima Torre “Guaita”: a primeira das três torres fortificadas do Monte Titano, que foi construída no século X e formam os maiores cartões-postais do país;
  • Seconda Torre “Cesta”: a segunda torre, construída no século XI e que abriga o museu das armas antigas (Museum of Ancient Arms);
  • Terza Torre “Montale”: a terceira torre, construída no final do século XIII;
  • Piazza della Libertà;
  • Basílica del Santo; 
  • Chiesetta di San Pietro;
  • Museo San Francesco;
  • Museo di Stato; 

A Piazza della Libertà e uma estrutura armada para o Natal bem na sua frente

Ainda é possível dar uma volta de funicular que conecta o castelo de Borgo Maggiore, na base no Monte Titano, ao centro histórico de San Marino.

Outro atrativo entre os turistas é carimbar o passaporte no centro de informações turísticas da cidade (com o custo de €5).

San Marino é zona tax free, e por isso alguns produtos são mais baratos do que em outros países da Europa, mas não acho que vale a pena ir ao destino apenas para fazer compras.

Quantos dias em San Marino?

San Marino é tão pequeno que apenas em 1 dia é possível ver tudo o que o esse país minúsculo tem a oferecer.

Como estávamos acompanhados de meus sogros, que são idosos, e do nosso filho pequeno, resolvemos dormir em San Marino para, dessa forma, podermos explorar com calma o local.

Escolhemos um hotel bem central e de fácil acesso para todos os lugares mais turísticos.

A rua do nosso hotel em San Marino

++ Aqui você pode acessar uma lista de hotéis em San Marino e encontrar o melhor para as suas necessidades.

Vale a pena visitar San Marino no inverno?

Se você chegou até aqui é porque tem curiosidade em saber se vale ou não a pena ir a San Marino no inverno.

A nossa experiência visitando San Marino no inverno não foi legal e não recomendaria ninguém ir a turismo ao país nessa época do ano. Explicarei os motivos.

A neve deixou as ruas do centro histórico escorregadias

Chegamos a San Marino em uma quinta-feira e fomos embora uma sexta-feira. Era meio do mês de dezembro.

Nenhum desses dias era feriado, mas as atrações estavam fechadas nos dois dias.

Até uma feirinha de Natal que estava montada permaneceu fechada.

Essa foto foi tirada 7 da noite e a cidade estava completamente vazia

Nos dois dias que passamos por lá, San Marino parecia uma cidade fantasma e tivemos dificuldade até para encontrar lugar aberto para comer.

Saímos andando atrás de algum lugar para fazer uma refeição às 3 da tarde (não havíamos almoçado ainda) e não havia NENHUM restaurante ou lanchonete abertos. Alguns restaurantes abriram durante a noite e mesmo assim os horários eram restritos.

Lojas e restaurantes fechados em San Marino

Muitas lojas, inclusive as de lembrancinhas, estavam fechadas tanto de manhã quanto de tarde.

Para completar, estava nevando e as ruas estavam muito escorregadias. Por causa disso, meus sogros e meu filho ficaram no hotel e nós dois saímos sozinhos para explorar a cidade. Para as pessoas com alguma dificuldade de locomoção, o inverno pode não ser uma época ideal para passear por San Marino.

Após tantas idas à Europa durante o inverno, esse foi o primeiro destino europeu que não conseguimos aproveitar justamente por causa da época.

O maior problema em visitar San Marino no inverno foi o fato das atrações turísticas estarem fechadas. O acesso às torres fica fechado quando neva por questões de segurança, mas os museus, igrejas e até o centro de turismo estavam fechados e a nossa visita por lá se limitou a ficar passeando pela cidade.

A única vantagem que se tem de visitar San Marino no inverno, se é que podemos dizer que isso é uma vantagem, é conseguir tirar fotos dos lugares sem nenhum turista. Eu preferiria a cidade lotada de turistas caso isso fosse motivo para as atrações permanecerem abertas.

E você? Já esteve em San Marino? Em qual época foi a sua viagem por lá?

Leia também:
Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades – utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: PROJETO1015 ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em mais de 100 países! Você recebe o seu chip do O meu chip em casa e viaja conectado. Utilize o cupom  P101P  e tenha 15% de desconto!

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em diversos países – evite filas!

✈️ Compre aqui as suas passagens aéreas e consiga as melhores tarifas e condições de pagamento!

Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

Ama animais, viagens e gastronomia, sempre tentando conciliar suas três paixões. Andou por mais de 60 países e está sempre programando a próxima viagem. O destino? Depende das promoções de passagens aéreas!

Deixe um comentário