Wizz Air: a empresa low cost da Hungria

Conheci a Wizz Air pesquisando nos sites de *scanner de passagens aéreas e, como iria viajar entre alguns países atendidos pela aérea húngara, decidi concentrar os voos em uma única empresa. Sendo uma empresa low cost, que quer dizer “baixo custo”, claro que as passagens aéreas são, muitas vezes, bem mais baratas que as das aéreas padrões como a Air France, Lufthansa, TAP, entre outras. Entretanto, viajar em uma empresa low cost requer atenção redobrada, já que há várias regrinhas que, se não atendidas, pode fazer você pagar uma passagem muito mais cara e o low pode acabar saindo muito mais high do que você pode imaginar!

Como decidimos viajar para quatro destinos diferentes pela mesma empresa, achamos muito vantajoso participar do Wizz Discount Club, que é um clube de desconto oferecido pela Wizz Air. Ao se inscrever no programa pagando 29,99€, o aderente tem, durante um ano, desconto de 10€ por passagens compradas, sendo que as tarifas devem ser acima de 12,50€. Ou seja, se nós voamos 4 trechos, tendo o desconto de 10€ por pessoa em cada, isso quer dizer que o total de descontos somou 80€. Como tivemos que pagar a taxa de adesão, no final fizemos uma economia de 50€!!!!

#Wizz Discount Club – o clube de descontos Wizz Air 

Antes de decidir se vai ou não aderir ao clube de desconto, veja a quantidade de voos que serão realizados pela mesma empresa, quantas pessoas estarão viajando com você e os valores das tarifas.

Quando se viaja por empresa low cost na Europa, é sempre melhor fazer todo o roteiro primeiro para depois comprar as passagens, já que as taxas podem ser menores se compradas todas as passagens de uma vez.

#Regras sobre bagagens

Muita atenção quanto à quantidade e tamanho das malas quando voar em uma low cost. Essas empresas cobram por mala despachada e limitam o tamanho da mala que será transportada dentro do avião com você.

Muitas vezes, mesmo pagando pelas malas despachadas, ainda continuamos pagando uma tarifa baixa nesse tipo de empresa. Como eu costumava viajar apenas com uma mala despachada, para mim sempre saiu muito em conta voar nas low costs. O cuidado redobrado é quanto às malas que irão embarcar com você.

A Wizz Air adota medidas para as malas bem restritas e até eu, que já viajei várias vezes em low costs, acabei caindo na “cilada” da mala de mão.

A Wizz Air adota dois tipos de bagagens de mão:

Small Cabin Bag – mala de mão nas dimensões 42x32x25cm que deve caber nos medidores da empresa que estão nos aeroportos. A bagagem de mão pequena (small cabin bag) não pode ultrapassar essas barras de ferro que formam o quadrado pequeno (você verá na foto mais abaixo).

A small cabin bag é a única mala de mão que você pode levar dentro do avião sem ter que pagar nada a mais. Cada passageiro só tem direito de levar UMA mala dessa. Ou seja, nada de tentar embarcar com uma mala nessas dimensões mais uma bolsa.

Se você tiver uma bolsa (mesmo que pequena), pasta para laptop, bolsa da máquina fotográfica ou qualquer outro volume, ele deve ser transportado dentro da mala que está embarcando com você, caso você esteja com uma bagagem pequena. Eu tentei entrar com a minha bolsa e a bolsinha da máquina fotográfica e fui obrigada a colocar uma dentro da outra. Não tente dar uma de esperto: as regras são claras – só é permitido uma bagagem de mão pequena grátis.

Large Cabin Bag – mala de mão, maior que a primeira, e que não pode exceder as dimensões 56x45x25cm, mas que deve ser paga no ato da reserva e terá um valor menor que as malas despachadas. A mala grande de embarque (large cabin bag)  não pode ultrapassar os limites do medidor na foto abaixo (lado direito).

Medidor mala Wizz Air

Lado esquerdo: small cabin bag | Lado direito: large cabin bag

A empresa é muito rígida em relação ao tamanho das malas e todas essas medidas devem incluir as rodas e alças. Se a mala não couber no medidor, mesmo que seja por 1 cm, não adianta chorar porque você vai ter que pagar.

Não se arrisque em tentar dar uma de esperto, pois nos portões de embarque os funcionários da empresa ficam com um medidor desse e a máquina do cartão de crédito do lado. E olhe que o valor da mala pode sair mais alto que o valor da passagem!

Agora vou contar a minha história: como a minha malinha de embarque tem medidas um pouco maiores que as da small cabin bag, resolvi arriscar para ver se conseguiria embarcar, já que, como cabia como mala de mão gratuita em outra low cost (Easyjet), poderia também caber na Wizz Air, concorda?

Só que as medidas da Wizz Air são bem menores que de outras empresas do mesmo ramo e acabei tendo que desembolsar nada menos que 50€ por não ter pago a mala antes (15€ foram para a administração do aeroporto e 35€ para a empresa aérea). Se tivesse pago com antecedência pela internet teria gasto algo em torno de 12€. E eu não paguei porque queria ver se iriam deixar eu viajar com minha mala sem levar em consideração a medida dela com as rodinhas (que era o que excedia o tamanho).

Depois dessa, tratei de pagar antecipadamente pela minha malinha, que iria ainda enfrentar outros voos. Não paguei muita coisa e viajei bem mais tranquila. Lógico que a minha bolsinha pequena tinha que estar dentro da mala de embarque.

#Check in online e impressão dos cartões de embarque

Outro cuidado redobrado é em fazer o check in pela internet e levar os cartões de embarque impressos. Se você chegar lá sem ter feito as duas coisas, pode preparar o bolso porque não cobrarão pouco.

Geralmente, essas empresas permitem que se faça o check in com antecedência, às vezes até 30 dias antes do voo.

Mesmo que você tenha feito o check in online, se não tiver o cartão de embarque com código de barras legível em mãos, uma taxa é cobrada.

#Experiência a bordo

No momento do embarque, aqueles que pagaram por locais marcados (que não são muitos) passam na frente. Há uma fila única para todos os outros passageiros que não pagaram por lugares marcados.

Quando entramos nas aeronaves, os comissários nos mandam sentar a partir da quarta fileira (mais ou menos), mas já aconteceu do avião não ter quase ninguém nas primeiras fileiras e pedirem pra gente passar mais para frente – deve ser para equilibrar a aeronave!

O atendimento a bordo foi super tranquilo e até encontramos uma aeromoça que falava português!

Comidas e bebidas são pagas, e na frente de cada assento há revistas de bordo com os valores dos lanches. Por sinal, não achamos as coisas caras, ainda mais se considerarmos valores de lanches nos voos em geral e o fato de ser na Europa.

Menu Wizz Air

Sandubas por 4€, refrigerante e água por 2€ e twix por 1€!

Não tirei muitas fotos dentro das aeronaves, mas os espaços entre as poltronas eram um pouco maiores que os das aeronaves da GOL e TAM (por exemplo) e as poltronas também eram mais confortáveis. Entretanto eu não sou a pessoa mais indicada para avaliar espaços nas aeronaves porque sou muito baixinha e caibo em qualquer lugar sem muito problema, mas deu para perceber (vendo os gigantes europeus) que o espaço é bom!

Em dezembro de 2015, voamos novamente pela Wizz Air e a aeronave estava completamente diferente. Diminuíram drasticamente o tamanho das poltronas. Infelizmente não tiramos fotos, mas temos fotos da aeronave da easyJet, que também teve essa mudança.

No voo Varsóvia - Budapeste

No voo Varsóvia – Budapeste

Voo da Wizz Air

Após um atraso de 40 minutos por causa da neve, levantamos voo em direção a Budapeste

#Nossos voos

Voamos com a Wizz Air os seguintes trechos:

Roma – Varsóvia

Varsóvia – Budapeste

Budapeste – Baku

Baku – Budapeste

Somente o voo de Varsóvia para Budapeste sofreu atraso, mas foi devido ao mau tempo e não havia nada que a empresa pudesse fazer.

A tarifa mais baixa que pagamos foi 18€ e a mais cara 40€ por pessoa. Fora esses valores, pagamos pelas taxas administrativas e pelas bagagens que despachamos.

Mesmo com todos os acréscimos, os valores finais foram mais em conta que em outras empresas aéreas.

Todos os nossos voos partiram e decolaram dos principais aeroportos das cidades e não pegamos nenhum voo em horário muito ruim (como de madrugada). A Wizz Air foi a quinta empresa aérea low cost que voei na Europa e achei que foi a melhor, principalmente nos quesitos conforto da aeronave e proximidade dos aeroportos.

Clique aqui para acessar o site da empresa.

*Chamo de sites de scanner de voos aquelas que pesquisam as empresas com tarifas mais baixas para as épocas pesquisadas. Exemplos: decolarskyscannersubmarinoviagensrumbo e kayak.

Organize sua viagem com a gente:

🏢 Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

🏥 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades.

📱Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em até 140 países! Você recebe o seu chip da Easysim4u em casa e viaja conectado.

🚘 Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

💵 Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente 😉

15 Comentários

  1. Viviane

    Olá, comprei uma passagem low cost e depois comprei uma uma bagagem de mão grande na hora da compra. Isso que dizer que posso levar uma bagagem pequena (bolsa) + bagagem de mão grande ? Ou Será que não posso levar a minha bolsa ?

    • Olá, Viviane! Tudo bem?
      Tudo vai depender do funcionário da empresa na hora do seu embarque. Eu sugiro que você tenha um espaço dentro da mala para colocar a bolsa de mão caso não deixe embarcar com as duas. Eu acredito até que você consiga embarcar com as duas, mas já criaram caso comigo. Então seguro morreu de velho, né?
      Abraços

  2. Ana

    Gabriela, encontrei uma pegadinha na compra da passagem pela Wizz e simplesmente não consigo resposta da empresa… Na compra da passagem o formulário só pede primeiro e último nome. Porém, no check-in pede nome completo, o que me forçaria a pagar por alteração de nome na passagem. Você tem mais de um sobrenome e conseguiu viajar fazendo check-in só com o último nome?

  3. Jéssica Reis

    Olá Gabriela!

    Estarei viajando de Wizz em março, e a confirmação da compra do voo veio toda em húngaro , bem confusa de entender. Minha dúvida é, os cartões de embarque chegam depois que eu fizer o check in online? Ou eles vieram junto na confirmação da compra?

    Agradeço desde já : )

    • Olá, Jéssica! Tudo bem?
      Você deverá imprimir os cartões de embarque quando for fazer o check in online. Ou então poderá usar o app e ter o cartão de embarque no seu smartphone. O que não indico é chegar ao aeroporto sem ter feito o check in.
      Abraços

  4. ana paula padovan

    Gabriela, voce poderia me dizer se eu viajar com uma mala daquelas moles de mao um pouquinho maior do que a medida voce acha que ele vao achar ruim? Mesmo que ela seja mole sabe?

    Eu vou comprar um voo da wizz e minha mala tem 5 cm a mais só, porem é molinha.

  5. Nunca viajei de low costs! Não parece ser tão ruim como as pessoas costumam dizer. Gostei do seu relato.

  6. Sério que tem mais espaço que a GOL e TAM? Só voei de Low cost nos Estados Unidos e fiquei espremida que só. Bom saber dessa companhia para quando der minhas voltinhas por essas bandas 😉

Trackbacks for this post

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados * *

Translate »