Visto para a China: como tirar?

Visto para a China: como tirar?

Está programando uma viagem a turismo para a China e tem dúvidas sobre como tirar o visto? Quais são os tipos de visto? Quais os documentos necessários? Veja aqui tudo o que você precisa saber para tirar o visto para a China.

Antes de mais nada, é preciso saber para quais localidades da China você pretende ir e por quanto tempo ficará no país, pois, a depender do local ou da duração da viagem, talvez não seja necessário tirar o visto de turismo.

São tantos os detalhes, que explicaremos tudo direitinho para que você não tenha mais dúvidas sobre como tirar o visto para a China.

Lembrando que essas regras são para as pessoas que possuem passaportes brasileiros.

Visto para a China: o que eu preciso saber?

NÃO é necessário o visto para a China nas seguintes situações

** Trânsito sem visto por até 144 horas

Poderá entrar na China, sem a necessidade de visto, os passageiros brasileiros e de outras 52 nacionalidades que entrarem no país nos seguintes portos:

  • Aeroporto Internacional de Shanghai Pudong
  • Aeroporto Internacional de Shanghai Hongqiao
  • Terminal Internacional de Cruzeiros do Porto de Shanghai
  • Terminal Internacional de Cruzeiros de Xangai Wusongkou
  • Estação Ferroviária de Shanghai
  • Estação Internacional de Shanghai
  • Aeroporto Internacional de Nanjing Lukou
  • Internacional de Hangzhou Xiaoshan Aeroporto
  • Aeroporto Internacional da Capital de Pequim
  • Aeroporto Internacional de Tianjing Binhai
  • Porto Internacional de Cruzeiros de Tianjin
  • Aeroporto Internacional Shijiazhuang Zhengding
  • Aeroporto Internacional de Qinhuangdao
  • Aeroporto Internacional Shenyang Taoxian
  • Aeroporto Internacional Dalian Zhoushuizi

Em todos esses casos, os passageiros devem permanecer nos arredores administrativos dos municípios e províncias dos portos de entrada por 144 horas.

O solicitante de trânsito com isenção de visto de 144 horas precisa possuir um passaporte válido e uma passagem, seja de avião, trem ou navio, para um outro país terceiro com data e assento confirmados dentro de 144 horas após a chegada.

Os estrangeiros devem cumprir as leis e regulamentos chineses durante o trânsito de isenção de visto, não podendo sair da área especificada de permanência ou permanecer além do período de isenção de visto.

Durante as primeiras 24 horas de entrada, devem ser feitos os registros das estadias nos departamentos de segurança pública (os hotéis são obrigados a registrar as estadias dos estrangeiros). Para quem pretende se hospedar em outros locais que não hotéis, é necessário se informar como seria possível fazer esse registro.

** Hong Kong e Macau

Os brasileiros que pretendem visitar apenas Hong Kong e Macau também não precisam de visto de turismo para a China e podem permanecer nessas duas localidades por um período de até 90 dias.

No entanto, caso o brasileiro queira ir para outros pontos da China, aí sim será necessário tirar o visto para a China.

++ Dicas de turismo em Hong Kong

++ Dicas de turismo em Macau

Quando é necessário o visto para a China?

Se você não se enquadra em nenhuma das situações acima, será necessário tirar o visto para a China. No entanto, desde que tenha toda a documentação em mãos, o visto para a China não é nenhum bicho de sete cabeças.

⚠️Para os turistas que pretendem visitar a Coreia do Norte, é necessário ter o visto de múltiplas entradas para a China.

Como tirar o visto para a China

1- Prazo para tirar o visto

Só é possível tirar o visto para a China no prazo máximo de 90 dias antes da viagem. Ou seja, se a sua viagem ao país for, por exemplo, daqui a 4 meses, não será possível dar entrada no visto chinês.

Resumindo: somente quando estiverem faltando 90 dias para a sua viagem é que você pode dar entrada no pedido de visto para a China.

2- Valor do visto para a China

O valor do visto para a China é de R$460 por pessoa.

Lembrando que mesmos os bebês que vão viajar com seus pais precisarão de visto para visitar a China e o valor é o mesmo para qualquer pessoa.

3- Tipo de visto e validade

O visto chinês que estamos falando aqui é o de turismo (L). Esse visto é de múltiplas entradas e tem validade de 5 anos para aquele cujo passaporte tenha mais de 1 ano de validade.

Para o portador do passaporte com validade menor que 12 meses na data da solicitação do visto, será concedido um visto de entrada simples ou dupla.

4- Cada estado brasileiro tem uma jurisdição

Só é permitido tirar o visto na área da jurisdição consular que compreende o seu estado de residência.

Veja abaixo cada jurisdição:

São Paulo – residentes dos seguintes estados:

  • São Paulo
  • Paraná
  • Santa Catarina
  • Rio Grande do Sul

Rio de Janeiro – residentes dos seguintes estados:

  • Rio de Janeiro
  • Minas Gerais
  • Bahia
  • Espírito Santo

Recife – residentes dos seguintes estados:

  • Sergipe
  • Alagoas
  • Pernambuco
  • Paraíba
  • Rio Grande do Norte
  • Ceará
  • Piauí
  • Maranhão

Brasília – residentes do Distrito Federal e dos seguintes estados:

  • Goiás
  • Tocantins
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Pará
  • Amapá
  • Rondônia
  • Roraima
  • Amazonas
  • Acre

5- Como fazer o visto se não moro em nenhuma dessas cidades?

A notícia boa é que é possível enviar a documentação para algum amigo ou conhecido! Nós entregamos todos os nossos documentos a um amigo que mora em São Paulo e ele fez tudo pra gente. Obrigada, Alex! 😉

Outra opção é pagar uma agência especializada para resolver tudo para você.

Para aqueles que moram na área de jurisdição de São Paulo, eu indico que entre em contato com Thaís, do blog Guia Mundo Afora, pois ela é uma pessoa confiável e presta esse serviço.

6- Documentação necessária

Antes de dar entrada nos nossos vistos para a China, fiquei sabendo que cada consulado pode pedir uma documentação diferente.

Por isso, vou listar a documentação que nos foi pedida no consulado de São Paulo:

  1. Passaporte
  2. Passagens de ida e volta
  3. Cópia da primeira página do passaporte (a que tem seus dados)
  4. Formulário preenchido (acesse o formulário aqui)
  5. Reserva em hotel
  6. Foto 3×4
  7. Roteiro

OBSERVAÇÕES:

O passaporte tem que ser válido por, no mínimo, 6 meses, e ter duas páginas em branco para o visto. Lembrando que só obterá o visto de múltiplas entradas se o passaporte for válido por pelo menos 12 meses na data de solicitação do visto.

As reservas em hotéis devem estar no nome de todos que estão aplicando o visto. No nosso caso, tivemos que incluir o meu nome, o nome do meu esposo e do meu filho bebê na reserva do hotel para só depois solicitarmos o visto. Ao fazermos a nossa reserva em hotel, digitamos no campo do hóspede o nome de cada um separado por vírgulas.

A foto 3×4 deve ser colorida e com fundo branco, não podendo mostrar os dentes e nem usar colares, brincos, etc…

Em caso de menores, um dos responsáveis legais pela criança deverá assinar o formulário.

Roteiro: no nosso caso, informamos que ficaríamos apenas em Pequim durante o período da nossa viagem, mas no caso daqueles que vão visitar mais locais, é recomendado que informe quais cidades visitarão (soube de casos de agentes consulares que pediram o roteiro detalhado, com os pontos turísticos que a pessoa pretendia visitar).

No nosso caso, não precisamos apresentar mais nada além dessa documentação listada acima (não nos foi pedido comprovante de renda).

Recomendo também que tenha o Certificado Internacional de Vacinação contra Febre Amarela.

7- Pagamento da taxa do visto

O interessante é que você só receberá o documento para pagamento da taxa se o seu visto for aprovado! No nosso caso, o agente do consulado verificou toda a nossa documentação, deu um ok e emitiu a guia para o pagamento.

O pagamento somente poderá ser feito, em dinheiro vivo, na boca do caixa do Banco Bradesco (pode ser feito em qualquer agência), não sendo aceitos transferência bancária, doc ou através dos caixas automáticos.

Após o pagamento, basta aguardar o prazo dado pelo consulado para a devolução do passaporte com o visto. É necessário levar o comprovante de pagamento quando for buscar o passaporte.

8- Prazo para entrega do visto

Cada consulado pode ter um prazo diferenciado, mas normalmente o prazo é de 4 dias úteis.

No caso da nossa solicitação de visto em São Paulo, demos entrada em uma segunda-feira e nosso amigo pegou os passaportes com os vistos na quinta-feira, ou seja, demorou apenas 3 dias úteis! Rápido, né?

Seguro Viagem

Contrate agora o seu seguro viagem para a China e ganhe descontos que variam entre 5% a 20%! Viaje com a tranquilidade de saber que terá atendimento médico do outro lado do mundo caso seja necessário.

Quero meu seguro com desconto!

Conclusão sobre o visto chinês

O primeiro passo para pensar em tirar o visto para a China é comprar as passagens aéreas de ida e volta. Sem as passagens é impossível fazer o requerimento do visto.

Reunindo toda a documentação necessária, não há motivos para preocupações, afinal, só se tem o gasto de pagamento das taxas de visto quando ele é aprovado. Fácil, né?

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades – utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: PROJETO1015 ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em mais de 165 países! Você recebe o seu chip do Easysim4u em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em diversos países – evite filas!

✈️ Compre aqui as suas passagens aéreas e consiga as melhores tarifas e condições de pagamento!

Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

Ama animais, viagens e gastronomia, sempre tentando conciliar suas três paixões. Andou por mais de 60 países e está sempre programando a próxima viagem. O destino? Depende das promoções de passagens aéreas!

Deixe um comentário