Vista de Santiago

Turistando em Santiago: conhecendo a capital do Chile

Depois de conhecer a Argentina e o Uruguai, foi a vez de passar os dias de folga do carnaval no Chile e conferir o que o país tem a oferecer. Como a empresa aérea que costumo viajar e acumular milhas não estava voando para o Chile, resolvi ir de milhas para Buenos Aires e de lá pegar um voo para Santiago, o que saiu muito viável financeiramente.

Fiz o trecho Porto Alegre – Buenos Aires pela GOL, que tem um bom programa de milhagem com ótimas promoções de milhas reduzidas, e Buenos Aires – Santiago pela LAN, que é parceira da TAM.

1 – Chegando a Santiago

O aeroporto de Santiago (Comodoro Arturo Merino Benítez) fica a aproximadamente 28 km do centro da cidade. Para chegar ao centro há opções de táxis, ônibus ou vans. A forma mais econômica que encontrei para chegar ao hotel foi de ônibus executivo da empresa Centropuerto.

Os ônibus saem a cada 10 minutos, durante a semana, e a cada 15 minutos nos finais de semana, levando do aeroporto até a estação de metrô Los Heróes. Os valores das passagens variam entre $ 1700 pesos chilenos se comprado somente um trajeto, ou $ 3000 o trajeto ida e volta (valores atualizados em janeiro de 2017).

2 – Passeando em Santiago

Santiago é uma cidade muito segura e possui um sistema de transporte público bastante eficiente. É possível conhecer muitas atrações turísticas a pé ou de metrô, já que as linhas subterrâneas abrangem boa parte da cidade.

🚗Faça uma cotação de aluguel de carro aqui e pague sem IOF

Vamos ver algumas atrações turísticas na cidade?

 – Cerro San Cristóbal

Esse morro é o segundo ponto mais alto da cidade e está situado no Parque Metropolitano de Santiago – o maior parque urbano da capital chilena e um dos maiores do mundo (veja a primeira foto do post).

Pode-se ter acesso ao mirante a pé, de carro ou pelo funicular. Como no dia da nossa visita o funicular não estava funcionando, foram oferecidas vans que nos levaram até o ponto mais alto alcançado por veículos. Pagamos na faixa de R$ 12,00 por pessoa para ter acesso ao morro utilizando a van (não encontramos valores atualizados).

Na primeira parte do Cerro, onde os veículos ficam estacionados, tem-se uma vista panorâmica da cidade e da Cordilheira dos Andes.

Mais adiante, há uma escadaria que leva até o Santuario de la Inmaculada Concepción, um dos principais templos da Igreja Católica do Chile, onde está situada a estátua da Virgem Maria. Esse é o ponto mais alto do morro.

Cerro San Cristobal Santiago

No alto do cerro, a estátua da Virgem Maria e vista panorâmica

Para quem sobe utilizando o funicular, há a possibilidade de visitar o jardim zoológico. O valor, entretanto, é diferenciado.

Endereço: Pio Nono, 450, Bellavista.

– Cerro Santa Lucía

Esse morro está situado em um parque bem no centro da cidade e o acesso pode ser a pé ou de elevador (até um determinado ponto). Pelo caminho há fontes, praças, escadarias e um castelo. Logo no início da subida encontra-se uma escada de acesso ao Castillo Hidalgo, mas não há como entrar no castelo.

A subida até o topo, que é relativamente íngreme, é feita a pé e, pela quantidade de turistas, é um pouco demorada, já que os caminhos são estreitos. O percurso é feito por escadas cravadas nas pedras e é rodeado pelas muralhas do castelo, além de haver canhões, jardins e estátuas no local.

A vista do cerro, réplica de moais e um amiguinho que encontramos por lá!

A vista do cerro, réplicas de moais e um amiguinho que encontramos por lá!

Endereço: Avenida Libertador O’Higgins, s/n – estações de metrô: Santa Lucía ou Universidad Católica.

Horário: aberto diariamente 08:00 – 21:00

– Museu Nacional de Belas Artes

Próximo ao Cerro Santa Lucía, o Museu Nacional de Belas Artes está localizado em um palácio muito bonito, inaugurado em 1910 – sendo um dos mais antigos museus de arte da América Latina.

O palácio foi desenhado pelo arquiteto chileno Emilio Jéquier, que se inspirou na fachada do Petit Palais de Paris. A cúpula do museu é uma escultura metálica que foi trazida da Bélgica em 1907, possuindo um estilo neoclássico e com ornamentos Art Noveau.

Fundado em 1880, esse museu é o centro de exibição artística mais importante do país. Seu acervo é composto de esculturas e pinturas chilenas desde a sua época colonial, além de pinturas espanholas, italianas e flamengas, bem como um conjunto de esculturas africanas.

Museu de Belas Artes Santiago

Fachada do Museu de Belas Artes

Acervo Museu de Belas Artes Santiago

Não é permitido percorrer o museu com mochilas, mas há armários para colocá-las que são abertos quando inserimos uma moeda de 100 pesos.

A entrada é gratuita.

Endereço: Parque Florestal s/n – estação de metrô Bellas Artes.

Horário: terça a domingo 10:00 – 18:45

– Bairro Paris – Londres

É um bairro diferente dos demais por possuir uma arquitetura europeia, com postes antigos e ruas mais estreitas, que são de paralelepípedo. O bairro é formado basicamente por duas ruas que se cruzam: Londres e Paris.

Foi construído entre 1920 e 1930 nos jardins do Mosteiro de São Francisco e seus edifícios não são muito altos, mantendo o estilo europeu. O bairro fica próximo ao Cerro Santa Lucía e ao Palácio de La Moneda, ao lado da Igreja de São Francisco.

Londres 38

Foi caminhando pelo lado Londres que percebemos algumas placas no chão com nomes de pessoas desaparecidas na época da ditadura. Logo ao nosso lado esquerdo havia uma casa, que se chama Londres 38, e foi um centro de repressão e extermínio entre setembro de 1973 e setembro de 1974.

É possível percorrer os cômodos da casa e ver onde os presos foram torturados e mortos. Não há móveis, somente quartos vazios, com fotos e cartazes na parede.

Bairro Londres Paris

Imagens no bairro Londres Paris, a entrada do Londres 38 e placas no chão com os nomes dos mortos no centro de repressão

– Museu Colonial de São Francisco

A igreja e convento de São Francisco foi construída em 1572, no terreno doado pelo conquistador Don Pedro de Valdivia. Tornou-se museu em 1951 e abriga imagens, objetos de tortura que os padres usavam como sacrifício, pinturas antigas e documentos. A entrada custou $1000 (valor em 2013).

Museo Colonial Sao Francisco

Acervo do museu colonial de São Francisco

Endereço: Av. Bernardo O’Higgins, 834.

Horário:
terça a sábado: 10:00 – 13:00 e 15:00 – 18:00
domingo: 10:00 – 14:00
– Palácio de La Moneda

Construído em 1799 para ser a Real Casa da Moeda, o palácio de estilo neoclássico foi o último edifício construído no período colonial. Hoje é sede da Presidência da República do Chile. Para visitar o palácio é necessário agendar com antecedência, o que não fizemos e por isso perdemos essa atração.

– Museu Histórico Nacional

Localizado na Plaza de Armas, na mesma praça onde se encontra a Catedral Metropolitana, o museu contém cerca de 12.000 peças e conta a história do Chile desde o período pré-colombiano até o século XX.

Não é possível entrar com mochilas, mas há armários na entrada onde se pode guardá-las, desde que pague com moedas de 100 pesos. A entrada custou $600 na época da nossa viagem (não encontramos valores atualizados).

Endereço: Plaza de Armas, 951 – estação de metrô Plaza de Armas.

Horários:
terça a sábado 10:00 – 17:30
domingo e feriado: 10:00 – 14:00

– Catedral Metropolitana

Localizada na famosa Plaza de Armas, a catedral de estilo neoclássico, construída entre 1748 e 1800, é o templo mais importante da Igreja Católica no Chile. Ela está situada na praça mais importante da cidade e é inevitável que o turista não passe por lá. É uma construção muito imponente e que vale à pena ser visitada!

A Catedral Metropolitana de Santiago

A Catedral Metropolitana de Santiago

O interior da catedral

O interior da catedral

– La Chascona – Casa de Pablo Neruda

A casa onde fica o museu foi construída por Pablo Neruda  para sua amante secreta Matilde Urrutia que, por ter uma grande cabeleira ruiva, levou o apelido de “La Chascona”, que quer dizer “descabelada”.

Quando estivemos em Santiago era preciso agendar previamente para visitar a La Chascona. Tanto que na hora em que cheguei, não havia horários disponíveis para aquele momento e acabei voltando mais tarde. Atualmente, já não precisa mais agendar. Não pode fotografar o interior da casa e, assim, como nos outros museus, não é permitido o ingresso com mochilas, sendo necessário, assim, o uso de armários, que quando estivemos no local eram pagos (hoje em dia é de graça!).

Já que não dava para tirar foto dentro da casa, tiramos no painel que fica na sua frente!

Já que não dava para tirar foto dentro da casa, tiramos no painel que fica na sua frente!

Como eu e meus amigos falamos inglês, optamos pela visita guiada nesse idioma, pelo fato das visitas em espanhol serem lotadas de brasileiros. Para saber por que eu tenho essa resistência em me juntar aos compatriotas, leia o post sobre Montevidéu.

A visita é feita pelos diversos ambientes da casa, na qual podemos ver obras de arte, objetos do poeta e detalhes na casa, como as iniciais P e M do armário em homenagem aos amantes. A casa é bem diferente por ter cômodos bem separados, dando a impressão de existir três casas dentro de uma. Durante a visita não é permitido fotografar.

O Melhor Mês do Ano também esteve no local e contou mais detalhes.

Endereço: Fernando Márquez de la Plata,192, Bellavista.

Horário:
março a dezembro: terça a domingo 10:00 – 18:00
janeiro e fevereiro: terça a domingo 10:00 – 19:00

Valor em 2017: $7000

– Patio Bellavista

É uma espécie de shopping a céu aberto localizado no bairro Bellavista, contendo lojinhas, bares e restaurantes. É um ambiente muito agradável, principalmente durante a noite, quando os bares e restaurantes estão lotados.

Patio Bellavista Santiago

Panorâmica do Patio Bellavista

As lojas têm horários de funcionamento diferentes dos restaurantes e funcionam da seguinte forma:

Lojas: domingo a quarta 11:00 – 22:00
quinta a domingo 11:00 – 23:00.

Restaurantes e bares: segunda a quarta  11:00 – 02:00
quinta a sábado e véspera de feriado 11:00 – 04:00
domingo das 11:00 às 02:00

Cafeterias: domingo a quarta 11:00 – 23:00
segunda a domingo 11:00 – 24:00

Endereço: Constitución 30-70, Providencia.

– Pueblito los Dominicos

É um mercado popular de artesanato que possui quase 200 lojas com artefatos típicos da região. É muito frequentado por turistas do mundo todo, que vão conferir os produtos de couro, as esculturas de madeira, pinturas, jóias (entre elas o lápis-lazúli), animais e plantas.

Esse lugar me chamou muito a atenção pela quantidade de gatos que habitam o mercado. Eles estão por todas as partes e parecem ser os mascotes do local. No meu post sobre gatos há um monte de fotos dessas fofuras!

Endereço: Apoquino, 9085, Las Condes – estação de metrô Los Dominicos.

Horário: segunda a domingo 10:00 – 20:00

3 – Comendo em Santiago

Santiago, como toda grande capital, tem uma variedade enorme de bares, lanchonetes e restaurantes. Tive a oportunidade de experimentar os famosos pescados do pacífico, fui em restaurantes indicados, como o Donde Augusto, no Mercado Central, mas escolhi citar aqui dois lugares que foram especiais por diferentes motivos.

– Dominó

É uma rede de lanchonetes que vende sanduíches inesquecíveis. O sanduba “Rodeo”, feito com queijo, molho barbecue e toucinho, é tudo de bom! O lanche é muito bem servido e custou na faixa de R$ 15,00 quando estivemos no local em 2013.

Quem for comer nesse lugar só tem que ler direitinho o nome dos molhos que ficam em cima da mesa. Vi o pote vermelho, achei que era ketchup, e coloquei uma boa quantidade no pão. Quando dei a primeira mordida quase cuspi fogo de tão forte que era o molho de pimenta. O molho é gostoso só que a quantidade foi grande.

Domino Santiago

Suco de framboesa, sanduda e molhos

O suco de framboesa é muito bom e o de Chirimoya, que é típico da região, lembra o de graviola.

Além da comida farta e com preço justo, o local é muito aprazível, com mesinhas nas calçadas, todas cobertas com guarda-sol. O atendimento também é muito bom.

Endereço: Filial Manuel Montt – Av.providência,1355 – estação de metrô Manuel Montt.

Horário:
segunda a quinta 08:30 – 22:00
sábado 11:00 – 16:30

– Restaurante Giratório

Esse é aquele restaurante top, que sempre é indicado nos guias de viagens. Ele merece mesmo estar nos guias, principalmente pela vista privilegiada da cidade que o lugar oferece. É necessário fazer reserva, principalmente se você deseja ficar numa mesa bem localizada, ao lado do grande janelão de vidro.

Restaurante Giratorio Santiago

Agendamos o jantar para um horário em que pudéssemos ver a cidade ainda clara

O restaurante está localizado em um prédio e tem esse nome porque as mesas ficam em cima de uma plataforma que gira lentamente até dar uma volta completa, o que dura mais ou menos uma hora.

Escolhemos agendar o nosso jantar para 20 horas, já que no verão o sol se põe mais tarde e assim poderíamos aproveitar as vistas diurna e noturna da cidade. O ambiente é agradabilíssimo, atendimento de primeira, com boa música.

Giratorio Santiago

Nossos pratos e a vista panorâmica

A comida é boa e o preço é o mesmo praticado nos grandes restaurantes das grandes metrópoles. Fabrício pediu bife de chorizo com molho de champignons e eu pedi talharim verde com camarão.

Meu motivo para citar esse restaurante não é a comida, (que é boa, mas não maravilhosa), mas pelo ambiente diferente e a vista que já faz valer a visita! Ah, peça no seu hotel para eles fazerem a reserva para você.

Endereço: Av. 11 de Septiembre, 2250, Providência.

Obs: alguns amigos brasileiros que têm ido ao Chile nos últimos anos nos informaram que o turismo no país está cada vez mais custoso e que os valores dos restaurantes estão mais caros que no Brasil. Os valores que encontramos durante a nossa visita ao Chile talvez estejam bem diferentes da atualidade.

4 – Hospedando-se em Santiago

Sempre que viajo, faço uma pesquisa para saber se no local há algum hotel da rede Accor e se é bem localizado.

Em Santiago há vários hotéis da rede, dentre eles o Ibis Estación Santiago Central e o Ibis Santiago Providencia, ambos com boas localizações.

Escolhi me hospedar no Ibis Santiago Providencia, não só porque tinha visto que a localização é muito boa, como também amigos já o haviam indicado. Realmente a localização é fantástica e pudemos fazer muitos passeios a pé, dentre eles o Patio Bellavista, Cerro San Cristóbal, Dominó e o Giratório.

O hotel está situado em uma avenida muito movimentada, cheia de bares e restaurantes, e as instalações têm o padrão de qualidade da rede, desde ambiente limpo, atendentes corteses e wifi livre em todo o hotel. Como em todos os outros Ibis, o café da manhã é sempre pago à parte e o buffet tem uma boa variedade.

Outro ponto interessantíssimo é que se você pagar a diária em dólar ou euro, não é cobrado o imposto (IVA), e a diferença de valor é tão significante que decidimos ir à casa de câmbio próxima ao hotel para trocar nossos pesos por dólares americanos, porque mesmo com o custo da troca de câmbio, o desconto do imposto é alto.

Endereço: Av. Providencia, 1187

→Clique aqui e encontre as melhores opções de hotel em Santiago!

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades – utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: PROJETO1015 ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em até 140 países! Você recebe o seu chip da Easysim4u em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em mais de 20 países – evite filas e ganhe descontos!

Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

8 Comentários

  1. Lais

    Olá, Gabi! Adorei seu post! Só vou ter 2 dias em Santiago, mas me organizar a partir de suas dicas! Gracias gracias gracias!!

  2. Gabriela Altoe

    Ei Gabi!!! Sabia que você teria ótimas dicas pro chile!! Saudades de vc!! Estou planejando de ir com o marido em Junho… uma coisa que ainda não consegui descobrir é se consigo pegar alguma estação de esqui funcionando… queria ficar uns dias na capital e pegar um pouquinho de neve TV… rs!! Vamos bem no começo… será que consigo?? Amei as dicas de Santiago!! Beijo grande!!

    • Oi, Gabi!!! Que bom ver você por aqui 😉
      A temporada de esqui no Chile começa em junho e acredito que uma boa opção seria o Valle Nevado, que fica perto de Santiago. Só não sei exatamente que dia começa.
      Beijos

  3. Gabriela Moniz

    Vocês vão gostar de Santiago, Tati!
    E tô percebendo que daqui a pouco vocês fecham toda a América do Sul, hein??
    Bjo

  4. Por aí e Por aqui

    Adorei descobrir o post!
    Estou indo nos próximos dias e com uma programação nada preparada pra capital chilena! Vou anotar as dicas pra eu não ficar completamente perdida! 😉

  5. Gabriela Moniz

    Olá Isabel! Quanto tempo, hein?
    Santiago é uma cidade muito interessante. Fico feliz em saber que minhas dicas ajudaram. Boa viagem e aproveite muito!
    Beijos

  6. Isabel Paixao

    Oi, Gabriela! Nós estudamos juntas no CCAA de Ilhéus! E o Fabricio e o André foram meus professores!
    Sem mais, ou então, descobrirão nossas idades! Rs!
    Olha, amei suas dicas!
    Daqui a 3 semanas viajo para Santiago com uma grande amiga e suas sugestões foram muito validas! E olha que eu já tinha feito algumas pesquisas por alguns blogs, mas o seu está perfeito!
    Fiquei até mais empolgada, sabia!
    Muito obrigada!
    Beijos!
    Isabel Paixão

Trackbacks for this post

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados * *

Translate »