Cruzeiro pelo Nilo: de Luxor a Aswan em 2 noites

Cruzeiro pelo Nilo: de Luxor a Aswan em 2 noites

A nossa viagem ao Egito foi cansativa, com alguns perrengues e com péssimas impressões do país durante os primeiros dias. Quando decidimos fazer o cruzeiro pelo Nilo, já estávamos rodando o Egito há 15 dias e até aquele momento a viagem não estava legal por conta de todo o assédio que estávamos vivenciando, seja o assédio dos vendedores insistentes, seja o assédio dos homens em relação a mim. Enfim, não estava nem um pouco fácil…

Ao pesquisarmos sobre essa viagem de navio, vimos que há uma enorme oferta de cruzeiros pelo Nilo e, um pouco antes de embarcarmos, a nossa maior dúvida era se valeria a pena ou não investir tanto dinheiro em um passeio.

Um pouco do que vimos durante o cruzeiro pelo Nilo

Fazer um cruzeiro pelo Nilo não é barato, ainda mais se considerarmos que o Egito é um país muito em conta para se fazer turismo e esse tipo de cruzeiro é muito popular entre os turistas europeus. Daí já dá para sentir que a coisa foi feita para se gastar em euro.

Como é o cruzeiro pelo Nilo

Há vários tipos de cruzeiros pelo Nilo e com os mais variados tipos de duração. Há aqueles de 1, 2, 3, 5 e até 7 noites; há os os que embarcam no Cairo, em Luxor ou em Aswan; há os mais caros e os menos caros. No entanto, o valor que se gasta para fazer um cruzeiro no Nilo é alto para o custo de uma viagem dentro do país.

O que percebemos é que os navios eram velhos e com uma decoração um pouco ultrapassada. Nada que fosse desconfortável, mas precisam de uma boa reforma e modernizada no mobiliário.

O interior no nosso navio estava em bom estado, mas precisava de uma modernizada

Contaremos aqui como foi a nossa experiência fazendo um cruzeiro pelo Nilo, que foi de 2 noites e fez o percurso de Luxor até Aswan.

Como contratar o cruzeiro?

O assédio de vendedores no Egito é tão forte que o que não faltam são pessoas oferecendo todos os tipos de passeios possíveis, incluindo os cruzeiros.

O navio onde fizemos o cruzeiro pelo Nilo durante 3 dias e 2 noites

É possível contratar o cruzeiro pelo Nilo com algum profissional de turismo de sua confiança, no balcão do hotel em que você estiver hospedado ou até mesmo contratar o cruzeiro antecipadamente, antes da viagem.

Inclusive, o Projeto 101 Países tem parceria com uma empresa de nossa confiança que oferece diversos tipos de cruzeiros pelo rio Nilo.

++ Clique aqui para ver as diversas opções de cruzeiros pelo Nilo com o nosso parceiro ++ 

O que estava incluído no cruzeiro

Alimentação

No geral, todos os cruzeiros que pesquisamos são no sistema all inclusive, ou seja, inclui as 3 refeições (café da manhã, almoço e jantar).

No restaurante há um enorme buffet self-service com uma boa variedade de comida.

Para o café da manhã encontramos pães, queijos, presunto, geleias, frutas e ovos. Para beber vimos suco, iogurte, café e chá.Tinha uma pessoa para fazer omelete na hora ou fritar ovos da forma que o passageiro preferisse.

Já para o almoço e jantar havia saladas, massas, arroz, batatas fritas, alguns tipos de carnes, sopas e sobremesas.

Não achamos a comida maravilhosa, mas era boazinha (foi melhor do que na maioria dos hotéis onde nos hospedamos no Egito).

Os horários das refeições são pré-definidos pela empresa que administra a embarcação e todos os passageiros são informados desses horários ao embarcar.

As bebidas como refrigerantes, água mineral e bebidas alcoólicas não estão incluídas e deverão ser pagas à parte. Como o Egito é um país muito acessível, o valor do refrigerante e da água são muito baixos quando comparamos com o Brasil. Como não bebemos cerveja ou vinho, não sabemos dizer o valor das bebidas alcoólicas.

Passeios opcionais

O cruzeiro que fizemos de Luxor até Aswan fez duas paradas em locais históricos. Esses pontos de paradas estão no roteiro e quem tiver interesse pode sair do navio para visitá-los. O valor dos ingressos para os templos são pagos na chegada a cada um deles.

Templo de Edfu

Essa foi a primeira parada do navio após ter saído de Luxor e o café da manhã foi servido bem cedo para que os passageiros pudessem ter tempo de visitar o templo.

O Templo de Edfu é muito bonito! Ele foi construído há mais de 2 mil anos e é considerado um dos templos mais bem preservados do Egito.

A entrada principal do Templo de Edfu

Esse templo fica um pouco afastado do porto onde os navios ficam atracados e há muitas pessoas oferecendo charretes para levar os turistas até lá.

Nós não somos a favor da exploração animal e não queríamos andar de charrete. No entanto, não encontramos nenhum taxista ou alguém que pudesse nos levar de carro e não consideramos fazer todo aquele percurso andando por estarmos com um bebê de colo.

Carregando meu pacotinho dentro do Templo de Edfu

O templo foi dedicado ao deus Hórus e foi construído durante o reinado de Ptolomeu, entre 237 e 57 antes de Cristo. É considerado um dos maiores templos do Egito.

O local deixou de ser usado para cultos durante o Império Romano, quando os pagãos foram perseguidos e foi proibida a adoração a tudo que não fosse cristão. Como consequência, os cristãos atacaram o templo de Edfu com a intenção de destruir imagens religiosas não cristãs.

Durante muitos anos o templo ficou debaixo de areia e só foi descoberto no século XIX em uma expedição francesa.

Nós recomendamos muito a visita ao templo. Se já chegamos tão perto dele, não custa nada gastar alguns poucos trocados para visitá-lo por dentro e ver toda aquela arquitetura belíssima dos templos egípcios antigos. Concorda?

Templo de Kom Ombo

Esse é outro templo antiquíssimo, com mais de 2 mil anos. O Templo de Kom Ombo foi construído por ordem de Ramsés II e consiste em um templo duplo, por ser dedicado a duas divindades: ao deus crocodilo Sobek e ao deus falcão Hórus.

Esse templo teve sua construção iniciada durante o reinado de Ptolomeu e, assim como outros templos egípcios, sofreu impactos da natureza (terremotos, inundações do Nilo e desgastes natural do tempo), bem como ações humanas com retiradas de pedras e objetos para construções de outros templos.

Nós visitamos muitos templos diferentes, mas a emoção era a mesma sempre que chegávamos a mais um. Ver todas aquelas imagens gravadas nas pedras ao vivo foi, literalmente, mergulhar no livro de história!

No Egito podemos ver a história com os nossos próprios olhos!

O nosso navio fez a parada em Kom Ombo no mesmo dia em que visitamos Edfu, com a diferença que chegamos a Kom Ombo no final da tarde e por isso tivemos o privilégio de ver o sol se pôr no templo.

Não tenho nem palavras para descrever qual foi a sensação de estar naquele lugar. Valeu cada centavo!

O final da tarde em Kom Ombo tem um cenário incrível!

Não estava incluído no cruzeiro

Do valor que pagamos para fazer o cruzeiro pelo Nilo, não estavam incluídas algumas despesas que tivemos durante a viagem, tais como:

Gorjetas: os funcionários do navio esperam receber gorjetas pelos serviços prestados, seja para carregar a mala, servir uma bebida ou atender a alguma solicitação do passageiro. Sempre que pedíamos alguma bebida, nós pagávamos gorjeta pelo atendimento no final da refeição.

Bebidas: no buffet havia água (servida na jarra), chá e suco artificial gratuitamente. No entanto, nenhuma outra bebida como água mineral, refrigerante ou bebidas alcoólicas estavam incluídas no sistema all inclusive. Todas as vezes que pedíamos água mineral ou refrigerante nós assinávamos uma comanda e pagamos todos esses gastos extras no final do passeio.

Ingressos dos templos: para entrar nos templos de Edfu e de Kom Ombo é necessário pagar a entrada nas bilheterias. Na época da nossa viagem nós pagamos EGP 140 para entrar no Templo de Edfu e EGP 100 para entrar no Templo de Kom Ombo.

As instalações do navio

Como relatado no início do post, o navio estava “cansado de guerra” e o seu mobiliário era muito antigo. A impressão que tínhamos era de que o navio já havia vivido dias melhores.

Mas essa sensação de estar em um lugar decadente não estava restrita só ao navio, mas a vários hotéis onde ficamos hospedados no país.

O corredor do andar onde ficamos hospedados

O nosso quarto era amplo e tinha uma cama confortável, um frigobar, uma mesinha, um poltrona e armário.

O banheiro era de um bom tamanho e estava tudo limpo, embora as toalhas de banho fossem velhas. Nós praticamente só ficávamos no quarto na hora de dormir.

O nosso quarto durante as duas noites do cruzeiro pelo Nilo

O banheiro do nosso quarto no navio

Aproveitamos bastante o deck do navio, que tinha piscina, várias cadeiras para tomar sol e o melhor: aquela visão ampla do Nilo!

Era muito agradável ficar por lá durante o dia. Só no final da tarde que a temperatura caía e os mosquitos apareciam.

O deck do nosso navio

Embora fizesse calor durante o dia, a água da piscina era fria

Nosso itinerário pelo Nilo

Fizemos um cruzeiro de 2 noites e quase 3 dias que fez o trajeto de Luxor até Aswan.

Dia 1

Embarcamos em Luxor às 12:00, fizemos todo o procedimento de check in, com a entrega dos nossos passaportes para tirarem cópias, e depois fomos acomodados no nosso quarto. Pouco tempo depois, descemos para almoçar.

Durante todos os dias, os almoços foram servidos por voltas das 13:00 e o jantar aproximadamente às 19:30. Às 16:00 sempre tinha o chá da tarde no deck.

Na primeira noite nós aproveitamos o deck do navio e ficamos por lá até o pôr do sol. A vista era lindíssima! Teve até um cocktail party no bar do deck no primeiro dia. Passamos a noite navegando.

Primeiro registro que fizemos quando embarcamos

Dia 2

No dia seguinte, tomamos o café da manhã por volta das 7:00 e saímos direto para visitar o Templo de Edfu. Passamos aproximadamente 1 hora visitando o templo e voltamos para o navio.

Ficamos descansando no navio, almoçamos, passamos a tarde no deck, onde teve o chá da tarde, e depois fomos visitar o Templo de Kom Ombo já no finalzinho da tarde.

Voltamos ao navio, jantamos e curtimos a paisagem de cima do deck. Naquela mesma noite o navio atracou no porto em Aswan e no nosso navio estava tendo música ao vivo no deck.

Uma das vistas da janela do nosso quarto

Dia 3

Acordamos e tomamos café da manhã por volta as 7:00. Após a refeição fizemos o check out e efetuamos o pagamento das bebidas (refrigerantes e águas) que consumimos no navio.

O nosso cruzeiro pelo Nilo havia terminado e agora passaríamos os próximos dias em um hotel em Aswan.

Cruzeiro pelo Nilo

Contrate o cruzeiro pelo Nilo antecipadamente e evite surpresas durante a viagem. Qualquer contratação efetuada através do blog gera uma pequena comissão pra gente 😉

Clique aqui para contratar!

Como é fazer o cruzeiro pelo Nilo com um bebê

Fizemos essa viagem com o nosso filho, na época com 9 meses. A estadia dele foi gratuita e ele dormiu na cama conosco.

Bebês são bem-vindos no cruzeiro!

No restaurante tinha cadeirinha para os pequenos e não havia nenhuma refeição especial para bebês. Porém, foi no navio onde ele se alimentou melhor, pois aproveitei para dá-lo frutas, verduras e ovos.

Nos outros momentos durante a viagem pelo Egito em que eu não confiava muito na alimentação, acabei oferecendo papinha industrializada.

O navio onde fizemos o cruzeiro tinha como seu maior público os europeus. As pessoas se vestiam livremente, sem preocupação com o assédio (algo muito comum no país). Em todas as cidades por onde passávamos eu sempre ouvia alguma coisa desagradável dos egípcios e aquilo estava me incomodando muito. Tanto que eu só saía vestida de calça jeans e casaco por conta do assédio.

Mas no cruzeiro tudo mudou. Os funcionários, no geral, eram muito profissionais e fomos muito bem atendidos. Lá eu pude me dar ao luxo de usar uma bermuda em um dia quente. Inclusive, vários hóspedes usavam trajes de banho (sungas, maiôs e biquínis) sem nenhuma preocupação.

Meu filho ainda mamava e eu me senti confortável em amamentá-lo no deck do navio sem a necessidade de jogar um pano por cima do rostinho dele.

O que levar para um cruzeiro pelo Nilo

Além de levar tudo o que você levaria na mala para uma viagem ao Egito, é interessante levar trajes de banho e protetor solar.

Há dois itens que achamos muito importantes para uma viagem de cruzeiro pelo rio Nilo:

  • Jaqueta: estivemos no Egito entre os meses de dezembro e janeiro (inverno) e pegamos muito vento e temperaturas um pouco baixas (em torno de 15 graus) em algumas partes do país. Normalmente fazia bastante calor de dia e um leve friozinho durante a noite. Por isso, recomendo que leve alguma jaqueta para usar durante a noite.
  • Repelente: no final da tarde os mosquitos aparecem e podem incomodar bastante. Recomendo não só que tenha repelente como também não deixe a janela do quarto aberta nesse horário.

⚠️Em relação ao repelente, recomendo fortemente que quem estiver viajando com crianças menores de 2 anos leve um repelente e não deixe para comprar no Egito. Nosso filho foi picado por muriçocas e não encontramos repelentes para bebês em nenhuma das cidades por onde passamos.

É seguro fazer um cruzeiro pelo Nilo?

Achamos muito seguro fazer o cruzeiro no Nilo! Esse passeio pelo rio foi o ponto alto da nossa viagem, onde pudemos respirar e nos livrar um pouco do assédio dos vendedores e dos homens egípcios, que foram muito desrespeitosos comigo em diversos momentos da viagem.

No entanto, mesmo com todo bom atendimento e simpatia das pessoas que trabalhavam no navio, houve um momento em que fui pedir para assinar a comanda pelo consumo da água mineral no bar do navio e o funcionário me olhou com um sorriso malicioso, dizendo que eu não iria pagar pela bebida que estava consumindo porque era um presente dele.

Mas mesmo com essa situação desagradável que passei, eu achei seguro fazer o cruzeiro. Estava acompanhada do meu marido e nós sempre saíamos com todos os nossos itens mais valiosos.

Mesmo com várias mulheres de trajes de banho eu demorei para tirar o casaco e me sentir à vontade 

Essa nossa decisão de sempre andar com os objetos de valor e dinheiro se deu também por conta de um relato que eu tinha lido de duas mulheres que foram roubadas dentro de um cruzeiro no Nilo. Além do roubo do dinheiro dentro do cofre, elas sofreram assédio de vendedores e de funcionários do navio.

Depois da minha experiência no Egito, consegui visualizar muito bem todo esse assédio que elas relataram e que, infelizmente, não aconteceu só comigo, mas também com muitas outras mulheres que viajaram ao Egito de forma independente.

Quanto custa fazer um cruzeiro pelo Nilo?

Quando se fala em gastos de um cruzeiro pelo Nilo, é muito difícil ter alguma referência de preços. Vimos agências cobrando os mais variados valores por pessoa (por noite): €150, €200 e por aí vai…

No Egito é muito complicado saber o real valor dos produtos e serviços porque eles simplesmente “metem a faca” quando estão negociando com um turista. O Egito é um país muito barato, com exceção dos passeios contratados através das agências, que são uma mão na roda para evitar o assédio.

Para quem quer ter mais tranquilidade, o ideal é contratar o passeio com antecedência e assim não ter surpresas na hora.

++ Veja aqui o valor de um cruzeiro padrão de 2 noites entre Luxor e Aswan ++ 

Vale a pena fazer cruzeiro pelo Nilo?

No cruzeiro, além da experiência maravilhosa de navegar pelo Nilo, de pensar em toda a história desse rio tão famoso e de visitar templos tão interessantes, nós passamos quase 3 dias de calmaria, aproveitando toda aquela paisagem belíssima.

Sem dúvida que recomendamos muito o passeio. É uma experiência incrível!!!

Lembranças que ficarão para sempre em nossas memórias!

No dia em que desembarcamos em Aswan ficamos com um um pouco de arrependimento de não termos optado por mais um dia de cruzeiro.

Além da segurança que estávamos sentindo dentro do navio, não sairia tão mais caro o valor do cruzeiro em comparação com o que gastaríamos com hospedagem e alimentação em Aswan. Fica para a próxima!
Assista ao vídeo com algumas imagens que fizemos durante o cruzeiro pelo Nilo:

 

Leia também:

Roteiro de 10 dias no Egito 

Como tirar o visto para o Egito

Dicas para viajar para o egito com bebês

A nossa decepção viajando pela Emirates com um bebê

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades – utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: PROJETO1015 ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em mais de 165 países! Você recebe o seu chip do Easysim4u em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em diversos países – evite filas!

✈️ Compre aqui as suas passagens aéreas e consiga as melhores tarifas e condições de pagamento!

Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

Ama animais, viagens e gastronomia, sempre tentando conciliar suas três paixões. Andou por mais de 60 países e está sempre programando a próxima viagem. O destino? Depende das promoções de passagens aéreas!

Deixe um comentário