Como é o réveillon em Paris?

Essa era uma pergunta que eu me fazia até o final do ano passado. Já havíamos pesquisado em vários sites na internet, tínhamos relatos de amigos, e mesmo assim decidimos que iríamos passar a virada do ano na cidade que tanto amamos. Sim, eu já sabia que não havia queima de fogos de artifícios e que faz muito frio nessa época do ano (esse foi o terceiro inverno que passei em Paris), mas continuava curiosa para saber como seria a noite do réveillon naquela cidade linda.

Não ligo muito para as celebrações de fim de ano e Fabrício tem um certo pavor dessa comemoração. Ele nunca gostou de festa de réveillon e acha que não faz sentido as pessoas desejarem um feliz ano novo naquele momento, só porque se sentem na obrigação. Ele é meio “do contra”. Até concordo com ele, mas acho legal ter um motivo para celebrar! Antes da viagem, apareceu uma dúvida: noite de ano novo no Arco do Triunfo ou na Torre Eiffel?

⚠️O seguro viagem, com cobertura mínima de 30 mil euros, é obrigatório para entrar na Europa.

Uma grande amiga já passou o último dia do ano no arco e me contou que era só um aglomerado de gente esperando a meia noite chegar para depois voltar para a casa. Por isso, resolvi passar os últimos momentos de 2013 na torre, esperando as piscadas de luzes.

Não preciso dizer que as estações de metrô estavam lotadas!!! Soube que a partir de um determinado horário do dia 31 de dezembro (acho que 18 horas) até, se não me engano, até o meio dia do dia 1º de janeiro, o transporte público é gratuito.

Aos poucos, começava o agrupamento de gente no Champ des Mars, bem em frente à torre, e estávamos procurando a melhor forma de chegar àquele lugar, já que o monumento é todo cercado e nenhum turista pode passar por debaixo dele na noite de réveillon. Provavelmente, por medida de segurança.

Um amigo brasileiro foi com a gente e lá nos encontramos com outros dois amigos dele, ambos parisienses, que nos contaram que era proibido beber por ali naquele momento, apesar de termos visto pessoas vendendo espumantes. Até pensamos: na terra do Champagne, não se pode apreciar a bebida bem na noite do ano novo??? As pessoas estavam vestidas com roupas de frio, a maioria com casacos escuros mesmo.

Virada do ano com roupa velha: trocamos as roupas brancas pelos casacos pretos!

Virada do ano com roupa velha: trocamos as roupas brancas pelos casacos pretos!

Conversamos por algum tempo, esperando meia noite chegar. Estava frio, o chão molhado, mas nada me incomodava, afinal eu estava em Paris!!!

🎟 Compre aqui seus ingressos para atrações turísticas em Paris – evite filas e ganhe descontos!

Meio sem saber se seríamos avisados da virada do ano, a invenção de Gustave Eiffel finalmente começou a piscar, anunciando a chegada de 2014. Algumas pessoas deram uns gritinhos de “uhull”, amigos se abraçaram e essa foi a primeira vez que eu disse em francês: Bonne année!!! Os franceses falavam isso pra mim, eu respondia o mesmo para eles e estava tudo ótimo! Veja o vídeo que fiz nos últimos minutos de 2013:

Depois de alguns poucos minutos, as estações de metrô começaram a ficar lotadas. As filas davam voltas do lado de fora parecendo fila de banheiro no carnaval de Salvador. Era o maior fuzuê!!

Àquela altura, estava agradecendo por termos feito amizade com um francês (por sinal, muito gente fina), que nos impediu de enfrentar filas no metrô e disse que nos levaria ao hotel de carro. Foi ele quem nos mostrou a torre mais bonita que à meia noite, 1:00 da manhã, quando ela se apaga e as luzinhas ficam piscando. Muito linda!

Ano Novo Paris

Era 1:00 da manhã – estávamos no carro vendo a torre quando esse casal resolveu parar para fazer o mesmo

E assim acabou 2013 e começou 2014, sem roupa branca, pulos nas ondas e espumante. O réveillon em Paris nos mostrava que aquela era uma noite como qualquer outra, só que em Paris.

Para ser sincera, essa época do ano foi a menos legal de todas as vezes que estive na capital francesa. A quantidade de turistas é infernal; as atrações turísticas estão mais lotadas no período depois do Natal e uma semana depois do réveillon; tem fila pra tudo e gente pra todo lado. Como eu já conhecia bem a cidade, não estava preocupada em ir a museus ou nenhuma outra grande atração, mas mesmo assim fiquei um pouco incomodada com a turistada.

O lado bom, para ser bem honesta, é estar em Paris. Não digo que não voltaria à cidade para as festas de final de ano, mas juro que, se puder, procurarei um outro momento com “menos gente” (na segunda semana de janeiro as coisas já melhoram).

Para quem gosta de festa no último dia do ano e quer passar o réveillon em Paris, aconselho que faça reserva em algum bar, boate ou restaurante. As pessoas na Europa não comemoram o ano novo como nós aqui no Brasil. Como já disse, não há nenhum “ritual” e ninguém usa branco.

Se você pretende passar o ano novo em Paris, saiba que tudo é muito diferente do Brasil, que não há fogos de artifício nem festinhas gratuitas, mas tudo vale a pena nem que seja uma vez na vida, afinal, Paris is always a good idea!

Veja aqui as impressões de nosso amigo que comemorou esta data conosco.

Leia outros posts nossos sobre Paris:

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades – utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: PROJETO1015 ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em até 140 países! Você recebe o seu chip da Easysim4u em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em mais de 20 países – evite filas e ganhe descontos!

Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

10 Comentários

  1. Gabriela Moniz

    Uma amiga minha que mora em Londres tinha recomendado Londres para o reveillon, mas eu acabei não passando por lá e fui a Paris mesmo. Boa sorte no seu curso e faça uma boa viagem 🙂
    Abs

  2. Isabela Bastos

    Muito legal o post. Eu estou indo para Europa no fim no ano. A minha dúvida também está sendo o ano novo. Pensei em Paris. Mas como meu destino final será Dublin para um curso de um mês por lá, estou agora cogitando Londres ou Edimburgo. 🙂

Trackbacks for this post

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados * *

Translate »