Dicas úteis sobre Railay Beach

Railay é uma pequena península localizada entre Krabi e Ao Nang, local isolado e acessível apenas de barco. Banhada pelo Mar de Andaman, muitos dizem que é a praia mais bonita de toda a Tailândia!

Embora tenhamos visitado o local em dezembro, época que dizem ser a melhor para essa parte do país, pegamos dias quentes e nublados, sem chuvas mas muitas nuvens no céu, o que impactou bastante no visual das fotos. Sim, Railay é LINDA, mas ainda não foi a mais bonita de todas que conhecemos por lá (na nossa opinião, as praias de Phi Phi ainda estão na frente!).

Obs: todos os valores abaixo (na moeda local) são da época da nossa viagem e podem ter sofrido alterações. Esse valores servem apenas como uma referência para a sua viagem.

Como chegar?

Se você observar no mapa, Railay está rodeada de mata fechada e por isso a única forma de chegar lá é de barcos menores, conhecidos como long tail boats.

Fizemos o seguinte trajeto:

– Ferry: Phi Phi a Krabi

– Ônibus: Krabi a Ao Nang

– Long Tail Boat: Ao Nang a Railay

barcos-em-railay-beach

Esses são os barquinhos (long tail boats) que fazem a viagem de Ao Nang a Railay

Compramos as passagens de ferry em uma das agências em Phi Phi para sairmos de manhã em direção a Krabi (o primeiro horário que conseguimos foi das 10:30). Eles nos entregaram um recibo das passagens com todo o trajeto a ser percorrido. Recomendo que tire foto desse recibo, pois costumam pegá-lo das mãos dos passageiros na hora do embarque e é sempre bom ter uma cópia do que foi contratado para evitar problemas futuros. Digo isso porque essa viagem especificamente envolve também o ônibus e nem todos os passeiros vão para o mesmo local.

Observe na foto abaixo que todos os serviços estão discriminados:

Recibo de compras das passagens com os trajetos detalhados

Recibo de compra das passagens com os trajetos detalhados

Quando você entrar no ferry, provavelmente lhe darão um adesivo para colar na camisa. Esse adesivo é como se fosse a sua passagem e é preciso mostrá-lo para pegar o ônibus quando chegar a Krabi.

Chegando a Krabi, pegue o ônibus que lhe deixará em Ao Nang e de lá pegue os barquinhos para Railay. Os long tail boats só saem com um mínimo de 8 pessoas, mas como a movimentação é grande, inclusive de turistas que vão passar o dia em Railay, não é difícil encontrar um barquinho para fazer esse trajeto. Evite fazer essa viagem de calça ou bermuda longa, pois é impossível não molhar as pernas ao subir no barco.

Valor do ferry de Phi Phi a Krabi (com direito ao ônibus até Ao Nang): 300baht por pessoa

Duração da viagem de ferry entre Phi Phi e Krabi: 1 hora e 40 minutos

Duração da viagem de ônibus de Krabi a Ao Nang: 50 minutos

Valor da passagem de long tail boat de Ao Nang para Railay Beach: 100baht por pessoa 

Duração da viagem de long tail boat de Ao Nang para Railay Beach: 20 minutos 

O que ver em Railay Beach?

Com uma vegetação exuberante que se espalha até o alto dos enormes paredões rochosos, Railay Beach é pura beleza natural, com uma praia de águas claras e um visual imperdível de qualquer lado que se olhe.

West Railay é aqui!

Railay Beach é aqui!

A parte apropriada a banho é a chamada West Railay, onde se concentram lojas, alguns hotéis e restaurantes. Além e curtir o visual da praia, que chama a atenção principalmente por causa do cenário que inclui os paredões de pedra, os turistas podem aproveitar para fazer esportes aquáticos, como mergulho, stand up paddle ou andar de caiaque.

aluguel-de-caiaque-em-railay-beach

Caiaques para aluguel

Fazendo uma comparação de Railay com as praias de Phi Phi Don, não vimos tanta diferença. Embora as praias das ilhas Phi Phi sejam conhecidas pela “farofada”, não vimos praias lotadas por lá, com exceção de Maya Bay e Bamboo Island, que realmente estavam super cheias. Em Railay Beach o clima era o mesmo, pouca gente na praia, além do mar quente e transparente.

Pouca gente em Railay Beach

paredoes-de-pedra-de-railay-beacu

Em alguns momentos, as nuvens atrapalhavam as fotos, mas nada que tirasse a beleza do lugar

Água quente e transparente!

Andando para dentro da mata (em direção ao hotel onde estávamos hospedados), vimos muitos macacos fazendo a festa. Eles não estavam nem um pouco incomodados com a nossa presença. Nós que tínhamos que tomar conta dos nossos pertences para não sermos roubados pela macacada 🐒🐒

macacos-em-railay-beach

Vida animal em Railay Beach

Railay também é muito frequentada por alpinistas, que se aventuram subindo os enormes paredões de pedra que estão por todos os lados. Inclusive, há empresas que oferecem cursos para quem quiser escala as rochas (se for o seu caso, recomendo que faça um seguro saúde que inclua esportes radicais).

Dá para ter ideia da altura das rochas?

Opções gastronômicas em Railay

Falando agora de comida, não achamos as opções gastronômicas diferentes de outras localidades, como Phi Phi, Phuket e Bangkok, por exemplo. Para ser sincera, achei a comida na Tailândia apenas boa. Os restaurantes mais arrumadinhos, além de servirem porções pequenas, ainda metem a faca na turistada. E o sabor da comida não é nada do outro mundo (pelo menos para as nossas referências gastronômicas).

Mas não posso negar que variedades de lugares para comer não faltam! Desde a capital Bangkok até as paradisíacas Phuket, Phi Phi e Railay, há muitos restaurantes para todos os bolsos.

Estivemos em um restaurante bonitinho de frente para o mar em Railay West. O ambiente era muito agradável, mas a comida deixou muito a desejar pelo valor cobrado. Pedi uma taça de camarão que veio exatamente com 6 camarões acompanhados de uma salada. Levando em consideração o sabor meio sem graça do petisco e o preço pago, não acho que tenha compensado.

Tivemos a oportunidade também de ir a um restaurante mais simples, onde pedimos uma pizza e crepe de nutella com banana. A comida também não era muito saborosa, mas os preços eram menores que os dos restaurantes da área da praia.

restaurantes-em-railay-beach

Acima o restaurante na beira da praia e abaixo o restaurante simples

Hospedagem em Railay

Por conta dos poucos horários de ferry entre Phi Phi e Krabi, decidimos dormir uma noite em Railay Beach e assim poder aproveitar o lugar em todos os turnos.

Ficamos hospedados no hotel Phutawan Resort, que aparentemente era o melhor custo benefício. Achamos o hotel legal, mas nada perto do que imaginamos quando lemos a palavra “resort”. Aí que vem a pegadinha na Tailândia!  Se você tiver pesquisando por acomodação no país, verá que há muitos resorts a valores bem mais baixos do que os praticados no Brasil.

Acontece que o padrão hoteleiro no sudeste asiático é totalmente diferente do que estamos acostumados no Brasil e no Caribe. Por isso, não se empolgue quando vir um hotel intitulado resort, pois não tem nada a ver com os resorts que conhecemos.

hotel-em-railay-beach

O nosso hotel em Railay Beach

Vantagens do hotel:

– Valor acessível;

– Quartos limpos e espaçosos;

– Ótimo atendimento;

Desvantagens do hotel:

– Distante de Railay West;

– Wifi ruim.

Há mais dois outros pontos que julgo negativos, mas que não são desse hotel em si, mas da maioria dos hotéis da Tailândia:

– Os banheiros não têm box ou cortina (o chão fica todo molhado);

– Os cafés da manhã deixam muito a desejar (não são que nem os do Brasil, com muitos pães, queijos e frutas).

Como sair de Railay?

Pegamos o barquinho novamente até Ao Nang e um ônibus até o aeroporto de Krabi, de onde partimos de avião para Kuala Lumpur, capital da Malásia. Do aeroporto de Krabi há diversas opções de voos para várias partes do sudeste da Ásia.

turistas-em-railay-beach

Turistas prontos para pegar os barcos até Ao Nang

Obs: Para ir de Ao Nang até o aeroporto de Krabi você poderá pegar um ônibus na região marcada no mapa abaixo. A passagem custou 150baht por pessoa e a viagem demorou muito (mais de uma hora). Por isso, se o seu voo for de Krabi, saia com bastante antecedência.

Dias de descanso em Railay!

Gostou das dicas? Então assista ao nosso vídeo com algumas cenas do local (aproveite para se inscrever no nosso canal do Youtube e curtir o vídeo):

Leia também:

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades – utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: PROJETO1015 ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em até 140 países! Você recebe o seu chip da Easysim4u em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em mais de 20 países – evite filas e ganhe descontos!

Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

6 Comentários

  1. Eu achei Railay bonita e já fui até – quase – crucificada por falar que tá longe de ser a mais bonita da Tailândia. Eu ainda prefiro ficar em Ao Nang, pois tem mais opções de hotéis, com preços melhores, sem macacos (eles me traumatizaram em Bali) e Railay está “logo ali”. Aliás, na minha 3a visita ao país comecei a gostar muito mais da costa de Samui. Lembro que quando fui a primeira vez para Phi Phi e Maya Bay fiquei maravilhada. Na época a região ainda não recebia tantos turistas como hoje. Tenho uma foto minha sozinha na “Praia”, algo praticamente impossível hoje em dia a não ser que você durma na ilha. Mas a Tailândia é linda de qualquer jeito, né? Ótimo post!

    • Engraçado que eu ouvia muita gente dizendo que Railay é a praia mais bonita da Tailândia, mas quando fui lá não achei não. Imagino que você deve ter aproveitado bastante o visual com menos turistas em Maya Bay, né? Quando estivemos lá a farofa já estava instalada rsss
      Ano que vem queremos conhecer a costa de Samui. Tomara que dê certo!
      Beijos

  2. Fran Agnoletto

    Outra dica, é fazer o trajeto direto Phi Phi – Railay.
    Nós fizemos esse trajeto contrário. Passamos uns dias em Railay e dai seguimos para Phi Phi, sem precisar voltar a Krabi. É um pouco “aventuroso”, pois é preciso literalmente pular para dentro do ferry em alto mar. Mas deu tudo certo kkkkk

    Amei Railay e já morro de saudades de lá.
    Beijos,

    Fran @ViagensqueSonhamos

Trackbacks for this post

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados * *

Translate »