Como se locomover em Paris por 1, 2, 3 ou 5 dias – Paris Visite

Paris é uma cidade tão grande e cheia de atrativos que as perguntas mais frequentes dos turistas é sobre a melhor forma de se locomover. Digo, sem sombra de dúvidas, que a melhor forma de conhecer a cidade é andando, mas sei que nem todos têm tempo suficiente e disposição para conhecer “tudo” andando. Aqui você verá como é fácil se locomover em Paris.

O sistema de transporte público na cidade é muito eficiente e, com tantas linhas de metrô, até a preocupação em não ficar hospedado no centro é o menor dos problemas.

⚠️O seguro viagem, com cobertura mínima de 30 mil euros, é obrigatório para entrar na Europa.

O importante é: veja se o seu hotel está próximo a uma estação de metrô e pode deixar que ele te levará a todos os lugares.

Combinado com as linhas de metrô existem ainda os trens RER, que levam até o subúrbio de Paris, aos dois principais aeroportos, a Versalhes e aos parques da Disneyland.

O detalhe mais importante é que se você comprar um passe de metrô para cada viagem pode sair muito caro ao final, pois cada passagem dentro da cidade custa 1,90€, ou seja, utilizando o transporte público 10 vezes ao dia (o que não é nada difícil), ao final de três dias custaria 57€.

Para quem vai passar pouco tempo na cidade e já tem um roteiro pré determinado englobando poucos locais, uma opção é comprar o combinado de 10 tickets, economizando 4,50€ em relação à compra individual (esses valores foram atualizados em 2017).

Tarifa do metrô em Paris

Valores do bilhete de uma viagem ou do combinado e 10 viagens

Se você quiser andar de metrô ilimitadamente por 1, 2, 3 ou 5 dias, a melhor forma é comprar o passe chamado Paris Visite. Além de ficar despreocupado em ter que comprar passes todas as vezes que quiser utilizar o transporte público, com o Paris Visite há descontos em algumas atrações turísticas tais como: Arco do Triunfo, Museu das Armas, Disneyland e Bateaux Parisiens.

Além do acesso ao metrô, com esse tipo de passe você pode utilizar os trens (RER) e os ônibus. No ato da compra você receberá um ticket de papel, como esse ao lado, no qparis visite ticketual você deve colocar seu nome, sobrenome e o período de validade, caso o vendedor não o faça.

Mesmo que você não escreva seus dados no ticket, assim que usá-lo pela primeira vez será feita uma validação automática na máquina. É a partir dessa data que você precisa ficar atento para o prazo final.

Antes da compra, o ideal é observar em que zona da cidade você estará hospedado (os locais principais são abrangidos pelas zonas 1 até 3), pois há possibilidade de comprar para as zonas 1 a 3 ou 1 a 5 (essa segunda opção é mais cara).

Após a zona 3, estão os dois aeroportos principais (Charles de Gaulle e Orly), Versalhes e parques da Disneyland. Veja a tabela abaixo com os valores do Paris Visite de acordo com a quantidade de dias escolhidos e as zonas:

Paris Visite

Observe que os valores são bens diferentes de acordo com a zona

Veja o mapa das zonas do metrô de Paris

Para saber se o passe ideal para a sua viagem é o que inclui até a zona 3, ou até a 5, vale a pena somar os valores das outras atrações que deseja visitar fora da zona 3 e verificar a localização do seu hotel na cidade.

Seguem os valores dos passes atualizados em 2016 de algumas atrações que ultrapassam a zona 3:

– Aeroporto Charles de Gaulle: 10,00€
– Aeroporto Orly: 9,30€
– Versalhes (ida e volta): 7,10€
– Disneyland: 7,60€

Quando comprar o Paris Visite, reserve um espaço seguro na carteira ou porta moedas, pois em caso de perda ou roubo não há direito a um novo nem a reembolso.

Para maior conforto, indicamos que baixe no celular o aplicativo Visit Paris by Metro – RATP, onde você encontrará informações sobre valores, as linhas e ainda terá o mapa no seu celular.

Vale lembrar que todas as regras devem ser rigorosamente observadas. Caso você compre o passe para zona 1 a 3, só poderá usar exatamente nessa área. Não caia na besteira de usar seu ticket da zona 1 a 3 para ir até a zona 5. Se a fiscalização pegar, a multa será bem salgada!

Para informações atualizadas, acesse o site oficial.

Leia também:

Organize sua viagem com a gente:

 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades – utilize o cupom de desconto exclusivo para leitores do blog! Digite: PROJETO1015 ao final da contratação.

Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em até 140 países! Você recebe o seu chip da Easysim4u em casa e viaja conectado.

Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em mais de 20 países – evite filas e ganhe descontos!

Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente

10 Comentários

  1. Luciano Pimenta Gnone Filho

    Parabéns pelo trabalho de Vcs. Que possam continuar assim, ajudando os outros que buscam experiências e informações. Também tenho a pretensão de conhecer 100 países. O nome do meu projeto é “Meio Mundo”. Já atingi 80% dele. Mas. para Vcs será mais fácil, uma vez que acabo de completar 74 anos (comecei a viajar muito tarde). Mas ainda tenho esperanças, embora esteja cada vez mais difícil encontrar condições seguras para viagens a países menos conhecidos. Vou segui-los a partir de hoje. Obrigado pela ajuda.

    • Olá, Luciano! Tudo bem?
      Muito bom encontrar pessoas que tenham os mesmos sonhos que a gente! Viajar é a melhor coisa do mundo 😉
      Embora sejamos bem mais novos, estamos viajando sem pressa e esperamos continuar assim inclusive na terceira idade. Tivemos muitos contatos com pessoas mais velhas que a gente e que continuam viajando (principalmente europeus) e meu avô, que tem a mesma idade que você e continua com tudo! Mês que vem ele vai conhecer Dubai e Pequim.
      Vocês são uma grande inspiração pra gente.
      Espero que consiga concluir o seu projeto! Muita saúde e boas viagens para você.
      Abraços,
      Gabi

  2. Gabriela Moniz

    Esse passe sai muito em conta, principalmente para quem passa pelo menos 5 dias na cidade. Já utilizei o Paris Visite em três viagens diferentes e recomendo! Essa também é a melhor maneira de chegar à Versalhes. Futuramente farei um post só sobre Versalhes e explicarei como chegar lá de RER.
    Obs: Acho o metrô de Paris mais fácil que o de Londres (não sei e foi pq fiquei meio perdida naquela linha circular rss).

  3. Thaís Towersey

    Muito legal! Não sabia que tinha esse mesmo esquema de Londres em Paris.
    Conheço gente que deixou de ir a Versalhes porque achava que era longe. Ninguém merece, né? rs

    Thaís Towersey
    http://www.guiamundoafora.com

Trackbacks for this post

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados * *

Translate »