Arrumando as malas: inverno

Arrumar as malas não uma tarefa lá muito fácil. Há pessoas que só conseguem viajar levando o guarda-roupas, outras viajam despreparadas por não saber o que levar.

Neste post vou compartilhar um pouco de minhas experiências e o que indico ser essencial em uma viagem para destinos nos quais o inverno é muito rigoroso. Não vou aqui dizer o que você deve ou não levar, mas sugerir, a partir do que já vivenciei, o que é relevante ou não. Lembrando que meu estilo de viagem é bem básico.

Em nossas viagens costumamos fazer uma packing list, que é aquela listinha do que colocar nas malas, para termos certeza que não esquecemos de nada. Antigamente eu não fazia planejamento e acabava levando muita coisa desnecessária e esquecendo outras mais importantes.

Para você não esquecer de algo essencial, vou explicar como é fácil fazer seu próprio planejamento:

1- Escreva no papel tudo o que você deseja levar

2- Separe por categorias ex: vestuário, acessórios, eletrônicos, higiene, etc…

3- Jogue todas as roupas e acessórios em cima da cama e separe os sapatos ao lado

4- Tire pelo menos 1/3 das roupas e sapatos

5- Experimente as roupas selecionadas e já deixe organizada as combinações que usará na viagem

6- Arrume a mala

Dica: como as roupas de inverno são muito volumosas, colocamos elas em sacos a vácuo para ganhar espaço dentro da mala. Há vários tipos de sacos a vácuo e o que mais gostamos são os que não precisam de aspirador de pó. Basta colocar algumas mudas de roupa dentro do saco, lacrar o saco deixando uma pequena parte aberta e enrolar até sair todo o ar.

Como viajamos?

Normalmente viajamos somente com um mochilão (cada um) ou então levamos uma mala pequena de embarque com 4 rodinhas  e sempre levamos com a gente uma mochila pequena, para objetos de valor e alguns itens básicos, caso ocorra algum imprevisto, como extravio de bagagem.

Sempre fiz a minha listinha no papel, mas recebi um email do site Cultural Travel Guide com packing list em um modelo interessante. O modelo completo que recebi por email só está disponível para assinantes da newsletter, mas há uma post, em inglês, sobre como evitar stress em viagens, explicando como organizar suas malas antes de viajar.

Packing List

A nossa packing list!

Quantas malas posso levar em uma viagem internacional?

Malas despachadas 

Nos voos internacionais, os passageiros têm direito de despachar duas malas de até 32 kg cada devem observar as regras de cada companhia aérea . Caso a companhia aérea ofereça uma franquia de bagagem, esta se aplicará somente aos voos internacionais partindo do Brasil. Ou seja, se você comprar uma passagem de Guarulhos para Madri, poderá ter direito à franquia, mas se de Madri você desejar viajar para outros países da Europa, é necessário ver o limite de franquia em cada empresa aérea interna.

E se a pessoa comprar uma passagem de qualquer outra parte do Brasil para Guarulhos e de lá para Madri?

Duas coisas devem ser observadas:

1- Se a passagem do voo nacional e internacional forem compradas dentro de um mesmo contrato de transporte, a franquia adotada, se houver, será a internacional oferecida pela companhia aérea;

2- Se o trecho nacional for comprado separado do internacional, ou seja, quando houver contratos diferentes, o passageiro terá que pagar pela mala despachada no trecho nacional.

Veja algumas regras em empresa aéreas low costs na Europa:

Não esqueça também de identificar e lacrar as suas bagagens! Sempre usamos as tags pois, além de deixar as malas mais bonitas, facilitam muito na hora de encontrar a sua bagagem na esteira. Bem melhor que aquelas fitinhas coloridas, né?

Nossas tags personalizadas pela Finestrino!

Nossas tags personalizadas pela Finestrino!

Para lacrar as malas, nada melhor que os lacres SealBag, pois eles protegem a sua bagagem do famoso golpe cesária.

Bagagem de mão

Cada passageiro pode embarcar com uma bagagem de mão, sem custo adicional, desde que sejam observados os limites de peso e dimensão de cada companhia aérea.

Antes de viajar, verifique no site da empresa quais os limites adotados.

Restrição para o transporte de líquidos

Existe restrição para transporte de líquidos em bagagem de mão em voos internacionais. Os passageiros devem observar as seguintes regras:

Todos os líquidos, gel, aerossol, creme, pasta e similares devem ser acondicionados em frascos de até 100 ml e colocados em embalagem plástica transparente e vedada, com a capacidade máxima de 1 litro e dimensões de 20 x 20 cm.

Essa embalagem plástica deve ser apresentada na inspeção de embarque de passageiros, sendo permitida somente uma embalagem por passageiro.

Líquidos em embalagens acima de 100 ml não podem ser transportados como bagagem de mão em nenhuma hipótese, mesmo que o frasco não esteja cheio.

As restrições de transporte de líquidos também se aplicam aos passageiros que mesmo que realize um voo nacional, tenha seu embarque em área destinada a voo internacional.

Os líquidos comprados em free shoppings ou dentro das aeronaves podem exceder os limites estipulados desde que estejam em embalagens lacradas e sejam apresentadas as notas fiscais.

Medicamentos com prescrição médicas, líquidos de dietas especiais e alimentos de bebês poderão ser transportados na quantidade necessária que será utilizada durante todo o período do voo, incluindo escala.

Vestuário e acessórios

Priorize levar roupas básicas, de cores neutras (preto, branco, marrom e cinza) já que são fáceis de combinar.

A segunda pele é o item principal do inverno. Se você usa essas roupas corretamente, menor será a chance de sentir muito desconforto com o frio (as camisas e ceroulas de algodão são ótimas).

Depois da segunda pele é a vez da camisa de manga comprida de material parecido com lã.

Por cima da ceroula, pode vestir os jeans ou calça legging (geralmente levo 2 pares de cores diferentes) e use uma meia bem grossa nos pés.

Os sapatos devem ser não só confortáveis como também devem proteger do frio. Eu levo sempre 2, uma bota de cano curto impermeável e uma bota de cano com pelo sintético por dentro. Ainda levo um par de havaianas.

Por último, os acessórios de inverno, que são importantíssimos: luvas, cachecol e gorro ou protetor de orelha. Vá por mim, esqueça aquela luva de crochê que sua avó fez pra você. Luva boa é aquela de couro, com material parecido com lã por dentro. Quando estivemos na Letônia, compramos um protetor de ouvido, que custou 5 euros cada, e que foi a melhor compra que poderíamos termos feito! Muito melhor que o gorro!

Cachecol também deve ser de um material mais pesado – lenço de seda que você usa aqui no Brasil não vale. Caso não encontre para comprar aqui no país, pode deixar para comprar no dia de sua chegada na Europa. Em Paris, por exemplo, você encontra bons cachecóis em lojinhas ou vendedores ambulantes por menos de 10 euros. O meu, comprei por 8 euros e tenho há mais de 10 anos!

O último item essencial é um casaco/sobretudo por cima da roupa. Ele é que vai dar o toque final e deixar seu corpo aquecido. Por serem mais pesados e volumosos, não é bom exagerar na quantidade. Um já é o suficiente.

Se você for muito friorento faça o seguinte:

1) Segunda pele + outra camisa de manga comprida de algodão + camisa de lã

2) Meia calça grossa + ceroula de algodão + meia nos pés + jeans

3) Luvas + gorro ou protetor de ouvido + cachecol + casacão  + botas

Higiene e beleza

Lenços umedecidos, álcool em gel e papel higiênico são itens que podem ajudar nas horas em que mais precisamos. Não precisa levar um rolo inteiro de papel, leve sempre um pouco na bolsa porque pode acontecer de você precisar usar e no banheiro não ter. Assim como pode não ter sabão para lavar as mãos e o álcool em gel ajuda.

Mulheres: eu também sou mulher e sei da importância dos cosméticos na nossa vida. Mas cuidado para sua mala não sair daqui parecendo chumbo! Cremes de corpo e rosto são muito importantes porque o frio deixa a pele ressecada. Leve tudo em potinhos pequenos. O protetor labial é indispensável! Faça o mesmo com perfumes, leve no máximo 2 em porta perfumes pequenos.

Outros acessórios: Não adianta levar um monte de brincos, pulseiras, correntes e anéis. Em baixas temperaturas esse acessórios ficam gelados! Com roupa de frio fica difícil usar correntes, anéis e pulseiras. Por isso leve só um par de brincos pequenos na orelha. Com o gorro eles não vão nem aparecer. Em relação a maquiagens, se você não consegue viver sem, leve uma coisa de cada, sem exageros.
Documentos

Essa é a parte mais importante da viagem pois, sem o passaporte, você não consegue nem sair do Brasil para destinos fora do Mercosul. Você deve verificar a validade de seu passaporte antes de programar a viagem pois a União Europeia, por exemplo, impõe a obrigatoriedade de o documento ser válido por um período de no mínimo 3 meses após a saída do continente.

Caso viaje para destinos dentro do Mercosul, verifique se o seu documento de identidade está em boas condições e se foi expedido há menos de 10 anos.

Imprima todas as reservas de hotéis, passagens aéreas, de trens, ingressos comprados antecipadamente e guarde em uma pasta.

Contrate um  seguro viagem com uma boa franquia, pois muitos países não têm saúde pública e um atendimento médico pode sair uma fortuna.

Se vai viajar para algum destino que exija o visto, verifique com muita antecedência quais os trâmites para a sua obtenção. Para os Estados Unidos, por exemplo, é sempre recomendado tirar o visto com muita antecedência (6 meses antes da viagem), de preferência, antes de comprar as passagens.

Veja aqui como é tirar o visto de turismo americano em família.

Finanças 

Verifique se seus cartões de crédito e de débito já estão habilitados para fazer compras no exterior.

Cuidado com dinheiro quando estiver viajando! Não fique manuseando grandes quantias nas ruas pois os batedores de carteiras estão sempre atentos. O ideal é guardar seu dinheiro num porta dólar, aquela pochete que você usa por dentro da roupa. Se estiver carregando consigo uma grande quantidade de dinheiro, lembre de deixar uma parte guardada no hotel, escondida dentro da mala lacrada.

Por causa da grande oscilação das moedas estrangeiras, comece a comprar dólar ou euro pelo menos 6 meses antes da viagem. Se possível, compre uma quantia todos os meses e acompanhe as cotações. Quem deixa para comprar tudo de uma vez corre o risco de gastar mais, comprando a moeda em alta.

Outro item de importância numa viagem é o porta moedas. Em vários destinos, só é possível utilizar o transporte público com a quantia exata e em moedas. Para organizar melhor, coloque todas as moedas em um porta moedas e não misture com os nossos reais. Deixe somente as que são utilizadas no local onde estará passeando.

 

Eletrônicos

Quando estiver arrumando as malas, verifique sempre se está levando os carregadores de todos os aparelhos. Importante também é ter mais de um cartão de memória e bateria extra se você só estiver viajando com uma máquina. Leve também pen drivers vazios para descarregar as fotos da máquina, caso você não viaje com um laptop. Há também adaptadores para descarregar fotos nos tablets.

Hoje em dia, acho mais vantagem levar o tablet no lugar do laptop pois ocupa muito menos espaço. É muito importante ter um eletrônico para poder organizar o roteiro do dia seguinte e, além disso, você pode usar algum aplicativo de mapas nos seus passeios.

Voltando ao assunto das fotos, sempre baixe suas fotos. Perdi fotos de todo um dia de passeio no Vasa Museum em Estocolmo porque meu cartão de memória pifou. Se eu não tivesse baixado as fotos dos passeios anteriores para o ipod, hoje eu não teria fotos da minha última viagem a Paris. Por precaução, todos os dias descarrego as fotos da máquina no pen drive.

Ao longo de nossas viagens, compramos adaptadores de tomadas nos locais por onde passamos sempre que eram incompatíveis com os nossos eletrônicos. Como hoje em dia a maioria dos nossos aparelhos são da apple, acabamos comprando um kit de adaptadores universais  da marca. Caso você prefira não comprar adaptadores, ao chegar ao hotel, verifique se as tomadas de seus equipamentos eletrônicos são compatíveis com as do local. Se não forem, verifique no lobby se eles disponibilizam adaptadores para os hóspedes. Em último caso, compre um.

Adaptadores de tomadas

O tripé é um outro item de suma importância, principalmente se você está viajando sozinho ou com seu companheiro(a), pois com ele você não fica dependendo da boa vontade de estranhos e as fotos ficam, muitas vezes, mais bonitas do que as tiradas por outra pessoa. Durante a noite, a foto tirada com o tripé é mais uma garantia de que a foto não sairá tremida – a menos que você se movimente no momento da foto.

Outras utilidades

Ter uma caneta em mãos é sempre recomendável. No momento em que você estiver chegando em outros países, os comissários de bordo te entregarão um formulário para entregar preenchido na imigração. Muitas vezes, as empresas não disponibilizam canetas para todas as pessoas e se você não preencher dentro do avião, vai ter que fazer isso assim que chegar no sala de desembarque. E qual o problema? Geralmente enfrentamos filas grandes na imigração e com o formulário preenchido antecipadamente você vai poupar tempo. Temos também uma caneta touchscreen, que sempre usamos em dias muito frios quando não queremos tirar as luvas para mexer no celular. Elas são ótimas!

É muito útil, também, ter um guia de bolso do lugar com explicações básicas sobre os pontos turísticos e com mapas. Os mapas são mais que vitais para você não perder tempo em suas viagens. Tenha sempre um de fácil acesso.

Outro item essencial é capa de chuva. Sempre saio para passear com uma bolsa pequena e Fabrício com uma mochila pequena. Nessa mochila colocamos máquina fotográfica, tripé, capa de chuva e uma toalha pequena. Se chover, você não precisa necessariamente interromper o passeio.

20 dias viajando pela Europa apenas com uma mala de mão

20 dias viajando pela Europa apenas com uma mala de mão!

E você? Já fez sua packing list? 

Quais os itens que considera fundamental?

Já esqueceu de levar algo essencial em uma viagem? 

Leia também:

Organize sua viagem com a gente:

🏢 Reserve seu hotel agora através do nosso link de afiliado do Booking.com. Algumas reservas podem ser canceláveis – verifique as regras antes de efetuar a sua. Você não paga nada a mais e ainda ajuda o Projeto 101 Países!

🏥 Imprevistos podem acontecer e nada melhor do que ter uma boa assistência médica no exterior caso seja necessário. Faça a contratação com a gente e escolha o melhor seguro para as suas necessidades.

📱Saia do Brasil com um chip internacional que tem cobertura em até 140 países! Você recebe o seu chip da Easysim4u em casa e viaja conectado.

🎟Compre ingressos para passeios e atrações turísticas em mais de 20 países – evite filas e ganhe descontos!

🚘 Alugue um carro pagando em reais e sem a incidência de IOF. Faça uma comparação dos valores de aluguel de carro pelo mundo com a Rentcars e escolha a melhor opção para você.

💵 Faça uma cotação de moeda estrangeira, encontre as melhores taxas de câmbio e compre euro, dólar, libra e outras moedas estrangeiras aqui.

Cada vez que você contrata algum desses serviços por aqui, você está ajudando a manter o nosso blog. Gostou das informações encontradas aqui e elas estão lhe ajudando a programar a sua viagem? Que tal dar uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente 😉

uma ajudinha?

Não vai viajar agora, mas gostou do que encontrou aqui? Faça um comentário aqui no post e deixe um blogueiro feliz! A sua opinião é muito importante pra gente 😉

6 Comentários

  1. Patricia

    Olá! Tudo bem?
    Gostaria de saber se você embarca com o tripé na bagagem de mão e se já teve algum problema com isso? Estarei indo para Argentina, mas não encontrei nada dizendo se é ou não permitido.
    Obrigada!

  2. Já ouvi falar na calça térmica mas nunca cheguei a comprar. Outras pessoas também me falaram que é muito boa e já adicionei esse item na minha lista de futuras compras de inverno 😉
    O problema da mala de inverno é o volume das roupas pois, em tese, não precisamos de muitas roupas, já que elas nem aparecem. Só que um casaco a mais já leva todo o espaço da mala rss

  3. Oi Gabi!

    Uma peça chave para se comprar, caso viaje muito para lugar de frio é uma calça térmica.
    Comprei uma em Bariloche super baratinha, parece uma legging e esquenta muito!
    Eu chegava a sair com ela e vestido por cima!

    Muito boas as dicas! Fazer mala de inverno é mto complicado..

    Thais Towersey
    http://www.guiamundoafora.com.br

Trackbacks for this post

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados * *

Translate »